Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zero de Conduta

Zero de Conduta

02
Set08

O medo a 25 frames por segundo

Pedro Sales

Este vídeo foi montado por mim e pelo Daniel Oliveira usando apenas excertos retirados do Jornal da Noite da SIC dos dias 26, 28 e 29 de Agosto. Isso mesmo: apenas três dias. A mistura de crimes graves com crimes menores, dando sempre a ideia, através da quantidade, de uma onda incontrolável de criminalidade, é evidente. De notar a sequência: muitos crimes, reacção do poder politico, empresas que tentam aproveitar a histeria e polícia a fazer encenações para a televisão em bairros sociais.

 

Já há notícias sobre o ano lectivo e sobre o ano político. Esta onda mediática deve estar a chegar ao fim.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Sales 02.09.2008

    Claro que existe criminalidade violenta no país. Sempre houve e sempre existirá. A questão não é essa. É o destaque dado a pequenos delitos que, numa situação normal, nunca passariam das páginas do Crime e que, graças à "onda", abrem os noticiários das 20 horas. Em qualquer país, se as televisões começam a noticiar todas os crimes, incluindo o desaparecimento de um portátil ou o assalto de 350 euros a uma pessoa, é normal que exista um clima de insegurança e o medo de sair à rua. Mas será real? Os crimes desapareceram esta semana das tv´s . Passámos de Joanesburgo para Gotemburgo em menos de uma semana?

    E, depois, vale a pena lermos os números. Portugal é o 4.º país europeu com mais polícias por habitante e tem 105 detidos por cada 100 mil habitantes, um dos números mais baixos de todo o mundo. Convém, também, ler as entrelinhas do que vem na imprensa:

    «os números são inferiores a 2004 e a 2006. Por outro lado, a criminalidade participada cresceu 7% em relação a 2007, sendo o número global de crimes participados essencialmente idêntico ao dos anos de 2003 e 2004.» Diário de Notícias de 30 de Agosto:http :/ dn.sapo.pt /2008/08/30/nacional crime_violento_aumenta_15_face_a_200.html


  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    ZERO DE CONDUTA

    Filipe Calvão

    José Neves

    Pedro Sales

    Vasco Carvalho


    zeroconduta [a] gmail.com

    Arquivo

    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2007
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D