De Daniel Oliveira a 24 de Agosto de 2008 às 05:59
"Pedro o que o leva a pensar que os seus princípios de vida são melhores que os dos outros?

"Estáveis, claro, até porque os ateus são todos uns empedernidos badalhocos, sem afecto e sem moral.
São estes os seus argumentos?

agora sou eu que digo

Haja paciência, que já começa a faltar."

Este comentário é um desafio à lógica. Explique lá como é que alguém contestar a ideia de que há uma relação geral entre a religião e a estabilidade das relações afectivas (falando por experiência própria - a de quem não tem religião e tem relações afectivas) pode estar a impor as suas ideias?

Quem estabelece a relaçao generaliza para todos, incluindo para quem não tem religião. Quem não o faz apena diz o óbvio: para uns poderá haver essa relação, para outros (e entre eles seguramente os ateus) não.


De Ibn Erriq a 1 de Setembro de 2008 às 17:39
Eu compreendo que ache o comentário um desafio à lógica!

Como sabe a lógica é uma ramo da matemática, logo um ciência exacta, portanto, parece-me que aqui podemos falar de muita coisa mas não de lógica! As religiões e as relações afectivas não se regem pelas leis da lógica ou será que sim?

Eu não acho que o dito Sr tente generalizar as suas opiniões, embora, muita gente para ter forma de atacar a posição da igreja ache assim mais conveniente, não lhe perece?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres