De Joaquim a 14 de Agosto de 2008 às 12:44
Facto 1: os criminosos foram apanhados em flagrante;
Facto 2: os criminosos tentaram atropelar - e, portanto, assassinar - um agente da autoridade;
Facto 3: um dos criminosos era um fugitivo à justiça mas os agentes da autoridade não tinham forma de o saber;
Facto 4: na viatura usada no assalto, tentativa de homicídio de um agente da autoridade e fuga estava um jovem de 11-13 anos e os agentes da autoridade não tinham forma de o saber;
Facto 5: o pai do jovem, o criminoso foragido, decidiu livremente levar o filho para a cena do crime, com todas as consequências imediatas e futuras de tal situação;
Facto 6: quando tentou assassinar o agente da autoridade e se colocou em fuga, o pai do jovem teria perfeita consciência do que estava a fazer, de que o seu filho estava na viatura e de que os agentes da autoridade estariam armados - precisamente para poderem responder adequadamente a agressões como aquela;
Facto 7: ao tentarem assassinar um agente da autoridade e se colocarem em fuga, fica demonstrado que os criminosos são indivíduos perigosos, sendo dever dos agentes da autoridade utilizar todos os meios necessários para os deter sem colocar em risco o público;
Facto 8: não sabendo que estava um jovem na viatura, os agentes da autoridade não poderiam tê-lo visado deliberadamente;
Facto 9: mesmo que os agentes da autoridade tenham visado a viatura e os criminosos em vez de apenas os pneus (seria conveniente saber o que os outros disparos atingiram), a sua actuação teria sido perfeitamente adequada, independentemente de ser legal ou não.

Há quem acredite que é preferível deixar assassinos (potenciais ou não) fugirem a serem mortos pelos agentes da autoridade.
Na minha opinião, quando um criminoso apanhado em flagrante tenta a fuga, o agente da autoridade deve gritar "páre ou disparo". Será o criminoso a decidir se vale a pena ou não apostar na falta de pontaria dos agentes da autoridade. Se perder a aposta, o resultado é da exclusiva responsabilidade de quem tentou fugir.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres