De Tiago Moreira Ramalho a 2 de Agosto de 2008 às 23:27
Que exagero Pedro, se calhar até pode ter sido despropositado mas é preciso tanto escandâlo? Os portugueses não sabem o que se passa, e depois? Agora os políticos só podem falar do que a população já tem conhecimento? Nao podem DAR conhecimento? Se calhar podia ter sido tudo resolvido sem recorrer à televisão, mas foi assim tão chato ter de ouvir o Presidente da República durante 7 minutos no jornal da noite?


De Pedro Sales a 3 de Agosto de 2008 às 12:26
Sete minutos? Foi o dia todo. O antes e o depois foram muito mais duradouros do que os sete minutos. A televisão e a dramatização que lhe esteve associada tem um resultado muito claro. Da próxima vez que falar não será escutado com a mesma atenção. E continuará a cair nas sondagens, porque as preocupações dos portugueses - que, de acordo com o INE, se encontram no ponto mais pessimista desde 1986 - não passam por um qualquer obscuro problema nos Açores que se podia resolver com uma audiência com os partidos. D


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres