Sexta-feira, 4 de Julho de 2008
Crise? Eu não tenho nada a ver com isso.

foto de Tiago Petinga

Os biocombustíveis forçaram os preços dos alimentos a aumentar 75 por cento desde 2002, segundo um relatório confidencial do Banco Mundial, que os responsabiliza pela crise alimentar. O jornal britânico “The Guardian” publica hoje excertos do relatório.

 

A propósito desta notícia, vale a pena lembrar as recentes declarações do primeiro-ministro: “O senhor deputado definiu uma nova linha: contra os biocombustíveis. Eles serão a desgraça e a origem da fome no mundo. Está enganado, senhor deputado. É uma grande precipitação ligar estas duas coisas. José Sócrates, em resposta a Francisco Louçã, 11 de Abril de 2008.

 

O Governo, disse o primeiro-ministro na RTP, venceu a crise interna, mas não tem nada a ver com a crise internacional causada pelo aumento do preço dos juros, petróleo e bens alimentares. Estranho. Da última vez que reparei Portugal ainda fazia parte da União Europeia, só por acaso uma das maiores promotoras mundiais da utilização dos biocombustíveis, e o Governo Sócrates até antecipou a absurda meta europeia em 10 anos. A culpa é toda dos especuladores, está visto.



publicado por Pedro Sales às 16:13
link do post | comentar |

Comentários:
De Nuno a 4 de Julho de 2008 às 19:27
A culpa é toda do governo! A culpa do aumento do petróleo? É do governo. A culpa do aumento dos juros? É do governo. A culpa da crise do subprime? É do governo!
Já vi que de vez em qd lhe dá para estas demagogias, mas garanto-lhe que não chega aos pés do maior demagogo de todos, o Louçã!

Quanto aos bio combustiveis tb me parece ridiculo e pouco produtivo estar a cultivar para dar de comer aos automóveis em vez de dar de comer às pessoas!



De Pedro Sales a 4 de Julho de 2008 às 19:46
Nuno,

Não deixa de ser engraçado que, depois de me chamar demagógico, reconheça que estamos de acordo na crítica aos biocombustíveis. Foi esse o ponto em que disse que o governo português, e a UE, têm responsabilidades. Não falei do petróleo nem dos juros - se bem que, neste último caso, um dos responsávei pelo seu aumento é mesmo o BCE e o seu estúpido mandato para só se preocupar em manter a inflacção abaixo dos 2%, não se preocupando com o desemprego e crescimento económico. Ao contrário, veja-se lá, da reserva federal dos EUA que conjuga essas 3 preocupações.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds