Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zero de Conduta

Zero de Conduta

15
Jun08

O negócio perfeito

Pedro Sales

A capa de hoje do DN dá uma ideia de como funciona o mercado em Portugal: “Os custos com as dívidas incobráveis da electricidade vão passar a ser pagos por todos os consumidores”. Apesar de ser um valor irrisório para a EDP, a empresa alega “que os incobráveis são também um custo do sistema, que não é possível eliminar totalmente”. Ora aí está. A EDP tem um negócio privado e está farta de assumir os riscos inerentes à sua actividade. A ERSE, percebendo que assim não há grande empresa monopolista que aceite fazer negócio entre nós, fez-lhe a vontade. A partir de 1 de Janeiro a EDP vai privatizar os lucros e socializar os riscos. O estratagema tem tudo para ser perfeito, apresentando apenas um pequeno risco. É que se os clientes percebem que alguém paga pelos que não pagam, então é bem capaz de ser melhor deixarmos todos de pagar. Pode ser que o Senhor Mexia, e os seus amigos da ERSE, continuem a custear a electricidade de todos nós. Isso sim, parece-me o negócio perfeito.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

ZERO DE CONDUTA

Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D