Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Zero de Conduta

Zero de Conduta

31
Mai08

A fraude

Pedro Sales

O Partido Popular garante, ao jornal Público, que a moção de censura que apresenta é diferente das que apresentaram o Bloco e o PCP. Porquê? “Porque os populares prometem não se limitar a criticar um tema concreto, como consideram ter feito o BE e o PCP, mas focar-se em vários aspectos da governação e apresentar alternativas ponto por ponto. Dos combustíveis à política fiscal, das pensões à segurança, da saúde à educação. "Nós pensamos que muitos problemas se resolvem por via da economia e não por via de mais Estado", defende, enquanto frisa que o CDS defenderá menos Estado na saúde e na educação. "Vamos discutir políticas."


Um único problema. Uma moção de censura não é para apresentar alternativas de governação. Existem outros meios no Parlamento para o fazer, mas a censura é o instrumento para castigar o incumprimento ou a ineficácia das políticas do Governo. O que o PP está a fazer é a censurar o PS por este não estar a seguir um programa, neste caso o do PP, que não foi escolhido nas urnas. O Partido Popular defende menos Estado na saúde e na educação? Muito bem, está no seu direito. Vai a votos e sujeita-se à vontade popular. Agora, entender que uma moção de censura é o instrumento para impor ao Governo um programa que não foi sufragado, isso é que é novidade. Só mesmo o PP para chamar a esta fraude uma attitude construtiva.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

ZERO DE CONDUTA

Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D