Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zero de Conduta

Zero de Conduta

12
Mai08

10

Pedro Sales

É normal que sejam os benfiquistas quem celebra de forma mais efusiva a despedida de Rui Costa. Mas Rui Costa não foi só um símbolo do Benfica. Foi um dos melhores jogadores mundiais da sua geração e um dos jogadores mais influentes da selecção nacional que melhor futebol praticou depois  de Eusébio. Entre 1995 e 2001, Rui Costa tornava um conjunto de jogadores numa equipa temível e fez da Fiorentina, que era ele e Batistuta, uma das melhores formações de Itália. Para quem já só tem a memória dos últimos anos, talvez valha a pena recordar que foi com exibições como a que fez contra a Inglaterra (um dos jogos mais memoráveis de sempre, com direito a repetição 4 anos depois) que Rui Costa convenceu meio mundo de que Nuno Gomes era um dos mais promissores avançados europeus. Digam lá que não é de génio?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

ZERO DE CONDUTA

Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D