Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Zero de Conduta

Zero de Conduta

28
Abr08

Novas oportunidades

Pedro Sales
Porque decidiu trabalhar com Luís Filipe Menezes?

Cunha e Vaz: Porque neste momento, apesar de ter um boa carteira de clientes, interessava-me também poder aceder a outro tipo de clientes, mais próximos do Estado. Mas não consigo, não sei porquê. Tenho competência para tratar de seis empresas do PSI20, para ser agente da UEFA durante três anos consecutivos, mas não me deixam tratar de nenhuma instituição pública.
 
O “interesse” de Cunha e Vaz no PSD é elucidativo da cadeia de interesses que se constroem à volta dos partidos do poder. Se repararmos que, só no OE de 2008, estão inscritos 388 milhões de euros em despesas de consultoria e que não há festa nem festança lançada pelo Governo onde não apareça o vídeo promocional, o powerpoint ou o aparato cénico montado por uma empresa de comunicação, percebe-se melhor o “interesse” de Cunha e Vaz. Fazer no Estado o mesmo que fez no PSD, eis o sonho deste aprendiz de feiticeiro.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

ZERO DE CONDUTA

Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D