Comentários:
De BS a 28 de Março de 2008 às 10:38
Seeing this video, though shocking for Portugal, it's nothng compared to what's happening in one small part of California.

In one month 3 schools, involving students ages 13 to 17 had one killing, a bomb threat and a threatened race riot. In each case parents had to go pick their kids up.

I put the blame on easy access to guns, prescription drugs so strong they're like heroin and morphine. Be glad they aren't sold here as they're more addicting than street drugs. I know of what I write. I witnessed some of this in November.

Portugal is so lucky there have been no school shootings which are on the increase in the states. Be proud of this country, it's the best!



De Zeca Portuga a 28 de Março de 2008 às 11:56
Yes, but here is Portugal, not a terrorist place look your country!



De Filipe Domingos a 28 de Março de 2008 às 21:38
Será que estamos em Portugal?


De Iraque a 29 de Março de 2008 às 00:09
Pois ,só que lá na sua terra a socialização é feita com armas. Todos os vaqueiros tinham armas para matar índios e esse hábito enraizou. Qualquer um tem uma arma lá nessa chafarica. Sempre andaram aos tiros e continuam. Cá não é bem assim.


De Zé Bonito a 28 de Março de 2008 às 12:05
O problema não está no meio social de origem, mas no "meio territorial" em que se cresce. Recordemo-nos das nossas antigas zonas rurais, com códigos de conduta extremamente rígidos (nalguns casos de uma violência extrema) e facilmente percebemos o que se passa hoje em zonas suburbanas, onde grande parte das pessoas não tem qualquer rede de suporte. Não se trata de defender as primeiras e criticar as segundas. Trata-se de compreender que quando se diz que 60% da população foi empurrada para meios urbanos, isso tem consequências no seu enquadramento que nenhum "serviço social" consegue compensar.


De Filipe Domingos a 28 de Março de 2008 às 21:45
O debate foi interessante de um modo geral.
As intervenções da jornalista Helena Matos pareceram-me algo demagógicos.
A senhora professora que estava em frente da jornalista teve quanto a mim as intervenções mais consistentes e retrataram bem o problema.


De Tárique a 31 de Março de 2008 às 13:50
Eu não consigo ouvir o som do vídeo, mas o Cristiano Ronaldo andou em colégios privados de Telheiras desde os 11 anos de idade.


De Amómino a 31 de Março de 2008 às 17:11
pah, eu dava era um tau na helena matos...


De Anónimo a 31 de Março de 2008 às 17:29
ya...

e o que não faltam aí são cristianos ronaldos...

alguém explique a essa senhora que obviamente Cristiano Ronaldo é uma excepção e não a regra...



Comentar post