Comentários:
De A. Cabral a 5 de Setembro de 2007 às 18:02
E mais do mesmo n'obitoque...


De vasco carvalho a 5 de Setembro de 2007 às 15:00
Miguel Madeira,

não discordo. digo que piora a situação por ser uma opção de recurso tradicional para muitos outros jovens (pelo menos no sul da Europa) e que por dificuldades económicas dos pais (os filhos à rasca são por norma filhos de pais à rasca) e/ou por razões sociológicas, não parece ser uma opção nos EUA.

Jose Balça,
é mesmo esse o sentido do post- e também o do Cabral, julgo eu.


De José Balça a 5 de Setembro de 2007 às 12:28
O que me chateia é que os nossos governantes podem ver o exemplo actual dos E.U.A. onde pura e simplesmente não existe modelo social. Mesmo assim teimam em aplicar medidas completamente absurdas, como a dos empréstimos a estudantes universitários, que nos E.U.A. já existem a alguns anos. Mais uma vez, aí está o resultado no presente do que irá acontecer a Portugal num futuro próximo, jovens licenciados desempregados e cheios de dívidas por causa do curso universitário que tiraram.


De Miguel Madeira a 5 de Setembro de 2007 às 10:59
"Neste contexto, a tal rede de apoio familiar seria muito bem vinda. A inexistência do boomerang só piora a situação"

A menos que os pais expulsem os filhos de casa, não vejo como: se não há "boomerang" deve ser porque os próprios filhos preferem não regressar à dependencia dos pais (já que duvido que eles lhes dissessem "não entras cá em casa"), logo quer dizer que eles consideram que, apesar de tudo, a sua situação está melhor assim do que vivendo em casa dos pais.


De vasco carvalho a 5 de Setembro de 2007 às 06:07
amigo cabral, post reformulado e aumentado para ver se o ex-economista, actual historiador se põe de acordo com o ex-historiador, actual economista .
abraço.


De A. Cabral a 4 de Setembro de 2007 às 21:44
40% dos jovens que saiem de casa regressam pelo menos uma vez. Para o senhor do questionario (e e' o Current Population Survey e nao o Census) pode nao registar a estadia.

Sobre a situacao dos jovens americanos entre a divida e a bancarrota ver mais graficos aqui:
http://www.demos.org/page448.cfm

Um grafico nao desmente 20 ou 30 evidencias anedoticas, diz o historiador ao economista.

Fico contente por saber que o imperio tem mais encanto no Midwest.


Comentar post