De Paulo Mouta a 23 de Outubro de 2007 às 00:32
Subscrevo na íntegra este texto. Há que ter a noção de que é possível manipular estudos científicos dando-lhe uma base aparentemente real. Se eu quisesse poderia facilmente comprovar que os ciganos são menos inteligentes do que os negros ou do que os brancos. Bastaria criar as condições para que a forma de medir essa inteligência fosse o mais abstrata possível. Com os testes correctos nas circunstâncias correctas faria parecer perante o mundo que a raça negra ou que a raça cigana tem efectivamente níveis de inteligência mais baixos. É evidente que,na realidade, essa questão nem deve ser colocada. Não é uma questão científica e não é sequer uma questão pertinente. É meramente uma questão política que só tem fundamento para quem quer estratificar e ficar na posição superior dessa estratificação. É por isso que os cientístas, e principalmente os das ciências sociais se deveriam inibir de "experimentar" sobre temas aos quais estão demasiado ligados. É óbvio que para um racista um negro será sempre menos inteligente mesmo que o seu QI seja superior.
Agora também há que ter em atenção que esta questão concreta não deve invalidar automaticamente todo o trabalho do cientista em questão. Podem existir estudos bem elaborados e dignos de serem analisados.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres