De jvn a 11 de Setembro de 2007 às 00:36
O que me intriga nessa afirmação é o modo como Nogueira Pinto se propõe pô-la em prática. Expropriando os proprietários chineses com base na sua nacionalidade? Na qualidade dos produtos vendidos? Pode a CML discriminar com base nestes motivos, tratando-se de alojamentos legitimamente adquiridos? Tenho dúvidas.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres