De Lino José a 20 de Outubro de 2007 às 19:10
É assim : um sindicato ou uma federação de sindicatos têm todo o direito de fazer greves, organizar manifestações e até falar com os governos.

O que os governos não têm é de, obrigatóriamente, concordar com o que os sindicatos dizem, nem têm (nem devem !) mudar as suas orientações por via do números de manifestantes de uma manif, ou do nr de aderentes a uma greve. Já não estamos no PREC, e espero que o ciclo de governos fracos tenha acabado, de uma vez por todas.

Quem é mandatado pelo povo para governar são os governos não são os sindicatos, e aqueles não se podem submeter a estes.

Existem reformas urgentes para fazer, algumas delas duras, e que têm de ser feitas. A Espanha fê-las e está a colher os frutos disso mesmo.

E depois, é sabido, toda a gente vê, que o PCP manipula a CGTP. Ora, o PCP tem uma fracção ínfima dos votos. Seria uma verdadeira fraude que as pessoas dessem uma fracção ínfima de votos ao PCP para depois, no final, ser este a definir as politicas, por via das suas correias de transmissão, os sindicatos.

Portanto, o Sócrates tem toda a razão em pôr o Sr. Carvalho da Silva (e indirectamente o sr. Jerónimo de Sousa) nos seus respectivos galhos. E fazê-los notar, de forma clara, que quem governa é ele e os seu governo.

É isso que eu espero de um governo, quando me dou ao trabalho de ir votar.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres