Comentários:
De Zé Miguel a 19 de Outubro de 2007 às 19:47
O cerco em redor de Sócrates e do seu governo aperta-se cada vez mais...Depois desta tremenda manifestação de 200 mil pessoas tudo vai mudar! A contestação será cada vez mais dura porque as pessoas demonstram que claramente não querem esta política! Vamos esperar pelos próximos episódios...


De André a 19 de Outubro de 2007 às 18:13
eu sinceramente acho que o homem está a enlouquecer. O peso da consciência ou paranóia da perseguição acusam-se no primeiro ministro.

Além de ver comunistas em todos os cantos, fruto do meio rural de onde vem e do preconceito que as jotas produzem, tanbém o vemos a benzer-se perante padres e figuras religiosas... Isto de uma pessoa que os meios PS dizerem ser laico e defender o Afonso Costa e 1ªrépublica em reuniões de militantes. Isto é esquizofrenia ou quê?

A ideia com que se fica é que o primeiro ministro está a enlouquecer.

Mas ele não é o único, nos tempos que correm.. Vejam o Bush. Tem ataques de choro pelos cantos da casa branca, inicia orações em circunstânçias descabidas e a última biografia dele, revela entrevistas dele em que confessa andar a ver fantasmas na casa branca...

E há impeachment para esta gente?

Aparentemente, nem por razões de saúde mental.

Sócrates tem o tratado constitucional europeu. Bush o botão nuclear e os cães de fila politizados do pentágono...

Venha o diabo e escolha.


De Pedro Sales a 19 de Outubro de 2007 às 16:17
Nuno,

Nunca vi o Carvalho da Silva revelar pormenores de uma reunião privada. É um notória falta de educação fazê-lo, a não ser que tenha acontecido qualquer coisa fora do comum. Não sei se se lembra das discussões, aos gritos, entre Sócrates e Boaventura Sousa Santos, a propósito da co-incineração. Não vou revelar, porque não revelo conversas privadas, mas posso-lhe garantir que conheço várias pessoas que relatam episódios similares com o primeiro-ministro.

Não tenho nenhuma garantia de que isso aconteceu, como é normal, mas atendendo à forma como o PM se encontra obstinado em garantir a assinatura do Tratado e ao seu passado, é a minha opinião que alguma coisa se terá passado. Subjectiva, e passível de erro, como todas as opiniões.


De Nuno a 19 de Outubro de 2007 às 15:55
Não sabe o que se passou, mas afirma que se houve reacção violenta! Sabemos q as posições da CGTP estão afastadas da realidade do país e da capacidade do estado!
Vamos a ser sérios na análise! A que sintomas de intolerância é q se refere?
Mas há dúvidas q a actual táctica do PCP passa por fazer manifs em todas as aparições públicas do PM? Para mim não há! E explorar especulativamente tudo o que possa ter eco na comunicação social( como os policias no sindicato). Não há problema nenhum nisso, excepto qd as manifs são demagogas e resvalam para a ofensa gratuita e é isso q se passa! Gosto bastante deste blogue e fico curioso para ver qual a receita alternativa que é proposta!


De André A. Correia a 19 de Outubro de 2007 às 15:40
Eu diria mesmo que é o sinal da tendência progressista deste Governo!


Comentar post