De Kapital Kaos a 4 de Janeiro de 2008 às 16:26
Sabe, Jorge Figueiredo, também concordo consigo naquilo que diz.
Temo, porém, que, dado o panorama passado e presente (atrever-me-ei a dizer igualmente o panorama futuro...), daqui a uns anitos vamos continuar a assistir a mais do mesmo. É que os partidos políticos, independentemente da cor e da ideologia, trabalham todos da mesma maneira...
E aquilo a que assistimos é uma caminhada, a passos largos, para uma sociedade baseada na filosofia do utilizador-pagador e na redução dos direitos sociais. Se esse é o caminho, então que seja ASSUMIDO e que não andemos todos a brincar e a dizer que somos de esquerda, quando a política da esquerda parece não ter grandes diferenças da política da direita.
Se, de facto, queremos um estado social (e parece-me que ele é deveras necessário), então explicitem-se os seus custos reais e o seu financiamento. E ASSUMA-SE que ele é necessário, sem andar com meros paliativos, que fazem lembrar uma brincadeira de crianças.
Cumprimentos


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres