De PAULO MOUTA a 11 de Agosto de 2007 às 03:20
Há qualquer coisa que ainda me custa a entender. Qual a necessidade da esquerda em alimentar este folclore de propaganda do modo de vida gay? E desde quando é que a publicidade passou a ser o reservatótrio moral da esquerda "moderna" ou baluarte de um alegado pensamento progressista? Para quando anúncios para todos os gostos? Lésbicas, transsexuais, zoofilos, pedófilos, whatever... afinal se temos mesmo de deixar de ver as pessoas enquanto pessoas e passar a vê-las enquanto objectos sexuais então que haja a mesma liberdade para todas as vertentes... Hoje já não é a exploração capitalista (de que a Levi's é um caso gritante em alguns países asiáticos) que conta. Pelos vistos esta até pode aparecer como promotora da "igualdade"(?!?) sexual. Explora os trabalhadores mas promove a homosexualidade. Realmente os tempos estão a mudar. E por este caminho a sociedade evoluirá para que o estado nos veja meramente como cidadãos contribuintes (o que revela um tratamente quase igualitário) mas nós continuaremos a ser meros pénis e vaginas. Distingue-nos o que fazemos com esses pedaços de nós mesmo. Distingue-nos o par de Levi's que escolhemos vestir.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres