De PAULO MOUTA a 13 de Agosto de 2007 às 02:06
Caro Pedro, penso que no essencial estamos de acordo. Nem o meu comentário teve qualquer intenção de ir contra essa ideia comum de que é efectivamente positivo vivermos numa sociedade que (pelo menos aparentemente) aceita com mais naturalidade as diferenças. Muito embora não seja tão optimista quanto às intenções deste tipo de estratégia de anúncios. E muito menos quanto à promoção da homossexualidade como modo de vida. Não deve ser promovida exactamente na mesma forma como não deve ser descriminada. As pessoas são-no independentemente da forma como querem apresentar-se perante a sociedade. São pessoas independentemente do género, da religião, ideologia ou cor da pele. A promoção e a vitimização ou o auto-isolamento ou auto-discriminação são normalmente contraproducentes. Era essa a ideia base do comentário. Quanto a questões laborais aconselho a leitura do texto no link (http://www.cleanclothes.org/companies/levi10-6-98.htm). O texto é de 1998 mas, se bem conhecemos a máquina capitalista... com o tempo não melhora grande coisa...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres