Comentários:
De Paulo Mouta a 26 de Novembro de 2007 às 03:04
A democracia é, como será fácil perceber das palavras de todos quantos sobre ela escrevem, um conceito muito abrangente. No entanto, na minha modesta opinião, penso que existe uma confusão. Em primeiro lugar não podemos considerar democrática uma sociedade que não dá igual importância a cada um dos seus membros. Na sociedade liberar o dinheiro é efectivamente o poder. No entanto existem as condições que se consideram fundamentais para que o conceito liberal de democracia seja efectivo. Existe liberdade de expressão e estão consagradas outras liberdades individuais. Creio que liberdade e democracia podem e devem ser complementares mais não são de todo sinónimos.
Pior é a análise do sistema como um todo. Se tivermos em conta a visão que os liberais têm das sociedades onde partidos comunistas tiveram o poder podemos retirar um ponto em comum com a própria sociedade liberal. A inexistência de alternativa de poder. O totalitarismo. A democracia liberal mascara-se nas liberdades individuais (nas que lhes convém) para esconder a verdadeira face de um sistema totalitário, estruturado para se perpetuar através de um rotativismo entre partidos num sistema parlamentar. Claro que apenas podem rodar o poder os que lhe pertencem, ou seja os do sistema propriamente dito sustentados pelo poder económico. No entanto é criada a ilusão de que é possível, através do voto, escolher verdadeiras alternativas de poder, quando na realidade isso é impossível. A democracia liberal vive, tal como essas sociedades que tanto critica, da intriga política, da manobra de bastidor, do favorecimento e na profissionalização, da formação liberal de quadros que perpetuam o trabalho dos antecessores e, claro está, das contingências do mercado.
A Venezuela está a deixar o território da definição de democracia liberal. Resta saber se a intenção é caminhar para uma forma de democracia não formal e que tenha nesta fase a sua génese e não a sua meta.


De Tiago Carneiro a 25 de Novembro de 2007 às 22:08
Nós por cá tb vivemos numa DITADURA.

Verdade!


Comentar post