De Anónimo a 7 de Janeiro de 2008 às 15:27
engraçado Pedro, não te vi/ouvi dizer nada sobre a passagem de Paulo Macedo, por exemplo, da administração fiscal publica para a administração, sabendo que o fisco nos últimos tempos andou atrás deles. A verdade é esta, ou há limites legais bem definidos para essas incompatibilidades (e eu defendo que haja e não sendo cumpridos devemos, e bem, criticá-los) ou não havendo a campanha que estás a promover só pode ser vista como campanha política contra algumas (apenas algumas) pessoas por pertecerem a um determinado partido político. E isto é do pior que pode haver em democracia é o seu grau zero. És livre de o fazer, mas deves ser confrontado com isso. Onde está afinal o teu melhorismo político?
e sócrates sempre é igual a portas ou não ?

Real


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres