Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zero de Conduta

Zero de Conduta

10
Out07

Pode ser que a cegonha apareça com um molho de notas

Pedro Sales
A “Plataforma Não Obrigada” não apresentou as contas de campanha, uma ilegalidade que lhe dará direito a uma contra-ordenação da Comissão Nacional de Eleições entre os 5 mil e os 10 mil euros. Para quem não se recorda, a plataforma de Nogueira Pinto e Bagão Félix encheu as ruas do país com outdoors e as caixas de correio com propaganda, numa campanha milionária a apelar ao voto “não” no referendo ao aborto.

Já em Janeiro tinham recusado apresentar a origem das receitas e a discriminação das contas, dizendo que tudo seria divulgado “de forma transparente” e “no prazo legal”. Agora, depois de continuarem sem dar cavaco a ninguém sobre a origem do dinheiro e dos montantes envolvidos, dizem ao Público de hoje que não cumpriram a lei por “carolice” e que gastaram um “pouco mais” do que os 400 mil euros previstos. Um “pouco mais”, estilo 1 milhão de euros ou coisa assim, que os “carolas” tiveram uma agência de comunicação a coordenar a campanha, encomendaram dispendiosas e esquizofrénicas sondagens e alugaram o Coliseu dos Recreios. Dizem que continuam a angariar dinheiro e que, um dia, apresentarão as contas. Nunca engaram ninguém, diga-se, pois sempre disseram que faziam uma campanha "de valores". Anónimos, está visto.

PS: Sobre o mesmo assunto: Um estilo, por Daniel Oliveira, no Arrastão.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

ZERO DE CONDUTA

Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D