Quinta-feira, 24 de Abril de 2008
Próxima estação Guantanamo

O Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP vai receber formação dos BOPE, a força policial do Rio de Janeiro que se tornou mundialmente famosa pela brutalidade dos métodos evidenciados no filme “Tropa de Elite”. O recurso à tortura e a licença para disparar a matar - que utilizam com uma benevolente permissividade nas suas incurssões nas favelas -, já faz parte da imagem de marca desta força policial que usa uma caveira como símbolo e que se tornou uma cliente habitual dos relatórios da Amnistia Internacional.

É este o bonito cartão de visita da força policial que vai formar o principal corpo de elite da PSP. Não só não se percebem as razões técnicas que levam um corpo antiterrorista, como os GOE, a recorrer ao treino de uma força especializada no combate urbano ao narcotráfico, como é completamente inaceitável a legitimação e branqueamento que a PSP está a fazer dos métodos de um corpo policial que se comporta como um esquadrão da morte. Quem sabe ainda vemos o ministro Rui Pereira a autorizar os GOE a dar um salto a Guantanamo. Sempre podiam aprofundar a matéria dada.


publicado por Pedro Sales às 22:44
link do post | comentar | ver comentários (9) |

Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007
Você não está a falar para mim
email: geral@igai.pt; Telefone: 21 358 3430


publicado por Vasco Carvalho às 17:28
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007
PSP: Polícia de Sova Pública
Aviso pré post: o post seguinte contém a dose mais que habitual de bas-fond, PSP, Violência Policial 1, 'disconnected youth',you-tube, blogolândia, tvi,claques de futebol, jornalista do Portugal Diário, posição previsível de esquerda, caixas de comentários a regurgitar, 2 dias nas notícias até ao próximo osso... Se preferir luta de classes mais soft e mais bem escrita diriga-se a outros lugares. Aqui fica o que isto é, mesmo depois de tudo isso,Violência Policial 1, feio, comum, previsível e mal contado... E não mencionei as conversas no Portugal de sofá. E de escritório. E de café. E sentiram aquele momento em que, por todo o país, o bom chefe de família decidiu anunciar, perante a TVI e a família: deviam era enforcá-los esses ... Foi ontem à noite, à hora das notícias.


(visto no Bitoque)

Meses depois da vergonha pública no 25 de Abril, exposta no Cravado no Carmo e dias depois do exibicionismo infantil no Hi5, onde agentes da PSP deixaram a sua foto-reportagem de uma operação policial completa com comentários como 'acabem com os mitras', os seus 'camaradas' voltam a aparecer na net, desta feita quatro agentes espancando ao pontapé um jovem negro.

Resposta da PSP: não se verificou nenhuma queixa de agressão. Pois, resta saber se quem foi espancado assim ainda tem língua para falar (literalmente). É que quem já perdeu amigos por 'força excessiva' da PSP -eufemismo típico de cobardes- reconhece que é este o 'standard procedure' contra os suspeitos que não são brancos; 'não está a falar comigo' como se houve no vídeo, seguido de pontapé, é a resposta à interpelação 'o que é que eu fiz para me bater?'. O meu amigo morreu porque tinha roubado um carro na margem sul. O resultado foi a suspensão de um agente durante dois meses. Avaliando pela reacção da PSP, os jovens no vídeo devem ter passado sem pagar no metro. Ou roubado um telemóvel. Ou nada mesmo. Tudo é crime hediondo e serve para sujar a bota polida em tardes de menos acção.

publicado por Vasco Carvalho às 17:58
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds