Quarta-feira, 14 de Maio de 2008
Quando a realidade supera a ficção

 



publicado por Pedro Sales às 08:58
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Quinta-feira, 17 de Abril de 2008
Em causa, em causa só quem te paga para dizer esses disparates
Só mesmo Luís Delgado para ter a lata de dizer, menos de duas horas depois de Menezes convocar eleições para a liderança de um esfrangalhado PSD, que, eventualmente, a maioria absoluta do PS "já está definitivamente posta em causa". 

Etiquetas:

publicado por Pedro Sales às 22:37
link do post | comentar | ver comentários (5) |

Sexta-feira, 11 de Abril de 2008
O princípio de Peter com pernas

O líder do PSD, Luís Filipe Menezes, criticou hoje a decisão do primeiro-ministro, José Sócrates, de escolher as questão da energia para tema do debate quinzenal na Assembleia da República. “Quando os problemas do país são centrais, nucleares do ponto de vista daquilo que é o futuro, o nosso primeiro-ministro fala de barragens, de política externa ou de ‘fait-divers’ do género”, disse.

Menezes é o princípio de Peter com pernas. A energia um fait-diver? Só mesmo quem não sabe nem tem nada para dizer é que pode esperar ser primeiro-ministro com declarações destas. Mais a mais, na mesma semana em que o seu partido perdeu um dia inteiro a discutir a magna questão da contratação de uma jornalista por uma produtora independente que vai emitir uns documentários na RTP.

Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 13:51
link do post | comentar | ver comentários (10) |

Terça-feira, 18 de Março de 2008
O soporífero inglês
Anthony Minghella morreu ontem, aos 54 anos. No breve obituário que lhe dedica, a generalidade da imprensa recorda-o como o realizador do Paciente Inglês. Como se não fosse suficientemente trágico morrer tão novo, associar alguém, na hora da morte, a um filme como o Paciente Inglês é uma patifaria que não se deseja ao nosso pior inimigo. O  filme é tão mau que nem a Juliete Binoche o salva, e isso é bastante revelador sobre o carácter soporífero da história. O único contributo relevante do filme foi ter originado um dos melhores momentos do Seinfeld. O que também é revelador sobre a qualidade do sketch que aqui se recorda. É a mais sentida e sincera homenagem que posso dedicar a Anthony Minghella

publicado por Pedro Sales às 23:32
link do post | comentar | ver comentários (9) |

A mão invisível está com cãibras II

Jon Stewart sobre a crise financeira. As declarações de Bush sobre a sua presidência são imperdíveis.

publicado por Pedro Sales às 20:57
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Sábado, 15 de Março de 2008
A parada da vergonha
 
Para não variar, é um programa de humor, o Daily Show de Jon Stewart, quem dá a melhor resposta à insanidade moralista que parece ter tomado conta da politica norte-americana e que, desta vez, levou à demissão e contrição pública do Governador de Nova Iorque porque recorreu aos serviços de uma prostituta.

publicado por Pedro Sales às 17:10
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Cuidadinho com a língua (o PS agradece)
O PS entregou hoje no Parlamento um projecto de lei que regula o funcionamento dos estabelecimentos que fazem tatuagens e aplicam "piercings", passando a ser proibida a sua aplicação na língua. Para os menores de 18 anos, o projecto estabelece a total proibição da aplicação de "piercings", tatuagens e de maquilhagem permanente.

publicado por Pedro Sales às 13:29
link do post | comentar |

Quinta-feira, 13 de Março de 2008
Isso explica muita coisa
Na autopromoção que está a fazer das suas "reportagens" sobre a "vida íntima" de José Sócrates e Luís Menezes, a SIC diz que o líder do PSD recorre habitualmente aos conselhos do seu filho mais novo, de 11 anos.
Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 13:16
link do post | comentar | ver comentários (7) |

Quarta-feira, 5 de Março de 2008
Liga dos últimos

O mesmo homem que, de manhã, acusava a opinião publicada e os militantes do PSD de o insultarem e impossibilitarem o seu trabalho, declarava poucas horas depois que o partido que lidera ainda não está em condições de governar. Vá-se lá saber porquê, mas deve ser a primeira vez que, a um ano das eleições, o líder do maior partido da oposição desclassifica o papel do seu movimento e passa um atestado de inutilidade ao seu trabalho. Se parasse duas vezes para pensar antes de falar, o homem que conta os críticos internos pelos 12 dedos das mãos, talvez tivesse percebido que, doravante, não conseguirá fazer nenhuma declaração à imprensa sem que um jornalista lhe pergunte sobre a maturidade governativa do PSD. No particular campeonato do disparate político, Menezes está num lugar à parte. A Liga dos Últimos é o seu futuro. Cada vez mais escrito no passado. 

Etiquetas: , ,

publicado por Pedro Sales às 20:42
link do post | comentar | ver comentários (2) |

Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
Parafraseando Menezes


“Parafraseando John Wayne sinto nesta altura que está quase toda a gente contra mim excepto o povo”. Aproveitando a até aqui desconhecida veia cinéfila de Menezes, revelada na inesquecível entrevista à Sic Notícias, o Zero de Conduta tomou a liberdade de recomendar algumas citações para o actual líder do PSD utilizar quando entender conveniente e que, em nosso entender, se ajustam ao seu perfil politico:

“Parafraseando Al Pacino, mantém os teus amigos por perto, mas os teus inimigos mais perto ainda". Godfather II.

Parafraseando Tom Hanks, “a minha mãe dizia sempre que a vida era como uma caixa de chocolates: nunca se sabe o que vai sair dela. Forrest Gump.

Parafraseando Cary Grant , No mundo da publicidade não existe a mentira. Existem apenas expedientes oportunos. North by Northwest.

Parafraseando Woody Allen, há uma velha piada, ah, duas mulheres idosas estão no Catskills Mountain Resort e uma delas diz "A comida aqui é realmente má". A outra responde-lhe: "Pois, eu sei, e as doses são tão pequenas". Bom, é isto que eu sinto acerca da vida. Annie Hall.


publicado por Pedro Sales às 10:21
link do post | comentar | ver comentários (2) |

Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008
O melhor dos óscares é sempre a apresentação
"Normally when you see a black man or a woman president, an asteroid is about to hit the Statue of Liberty,” Jon Stewart na apresentação dos óscares 2008.
Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 18:01
link do post | comentar |

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008
"Há dias de sorte" nos bombeiros de Mafamude

"A falecer é agora... porque os mortos sempre têm p'ra onde ir..., enquanto o governo não manda fechar os cemitérios"."Eu só não faleço hoje porque já tenho um compromisso..."
Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 16:15
link do post | comentar | ver comentários (9) |

Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008
Indústria do tabaco preocupada com a má imagem dos livros
Uma pequena editora britânica está a publicar, em pequenos livros de bolso com um grafismo semelhante ao dos maços de tabaco, uma selecção de contos e pequenas histórias de alguns dos principais nomes da literatura mundial. Kafka, Tolstoi, Conrad ou Stevenson, são alguns dos autores que viram algumas das suas obras "embrulhadas" neste visual distintivo. Uma verossimilhança que preocupa uma das maiores empresas tabaqueiras, a British American Tobacco, que exige a retirada imediata de circulação d´"As neves de Kilimanjaro", de Hemingway. Diz a empresa que o grafismo da obra em questão é demasiado similar à da imagem distintiva da Lucky Strike, podendo levar o público a pensar que a empresa apoiou, patrocinou ou está de alguma forma relacionada com os livros editados, uma associação "que pode diminuir a confiança na marca Lucky Srike". Compreende-se. A pessoa comprar um livro, pensando que está a comprar uma maço de tabaco, e reparar que os seus pulmões não se ressentem da compra é uma daquelas coisas que destrói a a confiança e o bom nome de uma marca. Isto há coisas...

publicado por Pedro Sales às 13:36
link do post | comentar | ver comentários (5) |

Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008
Sem comentários



Etiquetas:

publicado por Pedro Sales às 21:14
link do post | comentar | ver comentários (2) |

Sábado, 29 de Dezembro de 2007
E para o ano, se não der muito trabalho, vejam lá se acabam com o desemprego e colocam a economia a
"Se o Sol não tivesse nascido a 16 de Setembro de 2006, o concurso da Ota já se teria realizado e a localização do novo aeroporto de Lisboa seria irreversível". É desta forma que este semanário dá à estampa uma das mais delirantes notas editoriais de que há memória. "Só por isto teria valido a pena lançar este jornal", asseveram. O "só" é para enganar, claro, que não há espaço para a modéstia na capa deste semanário que nos faz o favor de adiantar os temas em que "marcou a agenda" de 2007."O Sol trouxe mais, muito mais, à imprensa portuguesa e ao país". É uma pena terem parado por aqui, porque aqui chegados já só estamos à espera de encontrar sinais indesmentíveis do contributo decisivo do semanário para a excelência do último filme dos irmãos Coen, nos avanços na pesquisa com células estaminais e para a assinatura do Tratado de Lisboa. A desmesurada imagem que José António Saraiva tem de si próprio é responsável por algumas dos mais hilariantes editoriais e crónicas de que há memória na imprensa nacional. Mas, que consiga transportar as suas idiossincrasias pessoais de uma forma tão marcada para a primeira página de um jornal com alguns excelentes profissionais, sem que ninguém tema cobrir-se de ridículo, começa a ser um caso de estudo que merece ser seguido com atenção.
Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 17:30
link do post | comentar | ver comentários (2) |

Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007
Sabedoria popular


Etiquetas:

publicado por Pedro Sales às 15:11
link do post | comentar |

Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007
Uma descoberta tão chocante que até vamos propor a descida da imputabilidade criminal para os 3 anos
Bernardino Soares, com 4 anos, preparando-se para atacar uma sede do CDS
(via arquivo fotocopiado do Paulo)


O líder da Juventude Centrista apontou hoje o presidente do Grupo Parlamentar do PCP, Bernardino Soares, como um dos principais protagonistas dos "distúrbios revolucionários" do "Verão Quente" de 1975, altura em que tinha apenas quatro anos. (via Arrastão)

publicado por Pedro Sales às 02:17
link do post | comentar | ver comentários (6) |

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007
Finalmente, um candidato a sério
Stephen Colbert anunciou a sua candidatura presidencial. Atendendo à qualidade de quem está na Casa Branca, e à maioria dos candidatos republicanos, não é difícil constatar que um comediante tem tudo para ser o candidato mais sério nas próximas presidenciais americanas.


Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 10:24
link do post | comentar |

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007
O menino está de volta

Pedro Santana Lopes anunciou hoje a sua candidatura à liderança do grupo parlamentar do PSD.
Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 13:48
link do post | comentar |

Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007
Qualquer semelhança com o que se vai passar hoje não é coincidência

"Well, this is largely as I predicted... except that the Silly Party won."
Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 00:14
link do post | comentar |

Domingo, 16 de Setembro de 2007
Who´s on first

Etiquetas:

publicado por Pedro Sales às 18:29
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds