Domingo, 13 de Julho de 2008
big in japan

Curtis Mayfield, Superfly, Soul Train, 1972


publicado por Vasco Carvalho às 20:44
link do post | comentar |

Sábado, 12 de Julho de 2008
em LX ardem, em NYC tocam

David Byrne, Playing the Building

(aqui para NYT, aqui para vídeo da BBtv)



publicado por Vasco Carvalho às 06:46
link do post | comentar |

Sábado, 14 de Junho de 2008
Prognósticos só no fim do desafio

(Cavaco Silva, fotografia de Paulete Matos)

Quando o país se encontrava bloqueado pelas empresas de camionagem, o Presidente da República preferiu “sublinhar a raça, o dia da raça”. Agora, que a paralisação dos camionistas já é uma memória, Cavaco Silva congratulou-se com o regresso da “ordem pública” e da “legalidade”, declarando-se “satisfeito pelos portugueses poderem novamente viver o seu dia-a-dia com alguma tranquilidade". O “dia da raça” já é passado, claro, até porque Cavaco esclareceu logo que não faz “comentários sobre política interna” no estrangeiro.


Depreende-se, porque acedeu a falar sobre o assunto em Saragoça, que Cavaco Silva considera que a “ordem pública” e a “legalidade” não é matéria de política interna. E que um assunto crucial como a tranquilidade do “dia-a-dia” dos portugueses só o preocupa quando tudo se encontra resolvido. As últimas declarações do Presidente da República aproximam-no cada vez mais das anedotas futebolísticas: prognósticos só no fim do desafio.



publicado por Pedro Sales às 15:12
link do post | comentar | ver comentários (4) |

Sábado, 29 de Março de 2008
Anarchy in China?

Brain Failure, Living in the City, Pequim 99/2000
A história do Punk Chinês no YouTube (aqui). Aqui para um artigo do Washington Post e aqui para Beijing Bubbles, um documentário (1 hora) sobre a cena rock e punk em Pequim.

publicado por Vasco Carvalho às 05:56
link do post | comentar | ver comentários (4) |

Sábado, 8 de Março de 2008
achas que há problemas sérios por resolver em Portugal? ainda não viste nada.

Armando Gama -wonderful plumage- e o rock progressivo dos Tantra nos anos 70.
Directamente de onde ninguém partiu.

publicado por Vasco Carvalho às 04:38
link do post | comentar | ver comentários (5) |

Sábado, 8 de Dezembro de 2007
yeaaahh, yeeeeaaaaahh, yeaaaah

Dirty, Zero de Conduta, 2006

guitarras distorcidas
juventude enlouquecida
a vida é tão bruta
só te dá zero de conduta



publicado por Vasco Carvalho às 20:12
link do post | comentar | ver comentários (3) |

Sábado, 3 de Novembro de 2007
afoguem-me do al gore
É aqui que a política se torna um exercício em sadismo. Para nomear o novo Attorney General (AG) define-se tortura. Para ver se é tortura, tenta perceber-se se dói ou não. Ontem soube-se que um assistente do antigo AG decidiu tirar a questão a limpo em 2004, submetendo-se à tortura de 'waterboarding' [afogamento psicológico]. Foi despedido depois de achar que tinha passado por tortura. A TV do Al Gore (aí vem mais tortura), decidiu realizar uma sessão de esclarecimento político (versão completa aqui). Help.

publicado por Filipe Calvão às 14:37
link do post | comentar |

Sábado, 27 de Outubro de 2007
one-hit dubbers


Anthea and Donna, Uptown Top Ranking (1978)
Aqui para melhor som; aqui para mais sobre o duo.


publicado por Vasco Carvalho às 05:53
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Sábado, 29 de Setembro de 2007
Indie ma non troppo

1 2 3 4, Feist

O publicidade do novo iPod nano pegou numa obviamente cool Leslie Feist e as buscas no Yahoo e no Google dispararam. O vídeo de 1 2 3 4 no YouTube está quase nos 2,5 milhões de visitas. Na caixa de comentários alguém descreveu o fenómeno como the official "macarena" of Canada. No que é a última vaga Apple, Feist chegou ao Letterman em finais de Agosto.

Feist - classificada como 'alternative' no iTunes, ou 'indie' no seu grupo anterior, Broken Social Scene - parece ser um hit publicitário, contando já com anúncios da Lacoste, HSBC, Verizon, LG, HBO, Urban Outfitters e eBay.

Indie ma non troppo. Tal qual como a Apple, que celebra a venda do iPod número 100000000 (cem milhões) e a venda do primeiro milhão de iPhones.

publicado por Vasco Carvalho às 22:28
link do post | comentar |

Sábado, 1 de Setembro de 2007
http://electro/punk/psicadélica/...

Electrocute, Kleiner Dicker Junge

publicado por Vasco Carvalho às 07:37
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Sábado, 25 de Agosto de 2007
Eu hei-de ir

Ceifeiros de Cuba, Cuba, Alentejo.

E enquanto não vou, ouço os contos, aqui
(via derterrorist)

publicado por Vasco Carvalho às 22:08
link do post | comentar | ver comentários (1) |

Ovos com bacon e Peste & Sida

Peste & Sida, Repressão Policial. Ao vivo, 2007, Moita.

ou preferem um bitoque?

publicado por Vasco Carvalho às 19:27
link do post | comentar |

Sábado, 18 de Agosto de 2007
Toy story e outros atlas infantis
São geografias alternativas, mapas e formas humanas para além do quilómetro quadrado. As crianças que produzem brinquedos com os pais,

(tamanho de países enquanto produtores de brinquedos)

as que recebem brinquedos dos pais,

(tamanho de países enquanto consumidores de brinquedos)

e os orfãos de SIDA

(tamanho de países por prevalência de SIDA na população)

Para mais e mais mapas ver aqui. Gracias, José Sousa.

publicado por Vasco Carvalho às 18:17
link do post | comentar | ver comentários (5) |

Sábado, 4 de Agosto de 2007
lollabama
Durante este fim-de-semana e a menos de 3 kms de distância, as multidões do Lollapalooza e da convenção anual do Daily Kos (ver também este post) vão estar em reunião.

publicado por Filipe Calvão às 18:36
link do post | comentar |

quando a arte choca com a segurança nacional
via NYT

Duke Riley executou esta 6a mais uma proeza anti-establishment, preparando-se para assaltar o Queen Mary 2, atracado em NY, com uma réplica do "submarino tartaruga" que se pensa ter sido usado para minar um navio inglês durante a guerra de independência. Estavam lá todos a assistir: os polícias, que prenderam Riley, e os seus galeristas e agentes -- deliciados com a publicidade gratuita (btw, o submarino estará em mostra a partir desta semana em Chelsea, NY).

No Dead Horse Inn, Duke Riley e camaradas ocupam uma ilha em vias de desaparecer ao sul de Brooklyn para uma noite de libação e caranguejos a 5 cêntimos. Fazem-no uma vez por ano, reclamando o vazio legal em que aquela porção de terra caira até 1935, quando a barracada acabou. Mas o que me pergunto é se na paranóia colectiva do terror será ainda possível desafiar pela arte (e de que forma) "as residuais fronteiras, esquecidas e por reclamar, nos limites e confins de espaços urbanos, e a sua insuspeita autonomia" (do site de Duke Riley)? Ao jeito da "Insurrecção Internacional" do novo proletariado de Lumpen artistas?

A julgar pelo relatório da polícia, estaremos seguros: "A makeshift submarine discovered at about 10:30 this morning by an N.Y.P.D. Intelligence detective on board the Queen Mary 2 in New York Harbor is the creative craft of three adventuresome individuals. It does not pose any terrorist threat."

publicado por Filipe Calvão às 17:36
link do post | comentar |

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds