Comentários:
De Bruno - Planetas a 4 de Setembro de 2008 às 18:02
O único simbolismo que vejo, é que agora andam a fazer o que deviam ter feito há mais tempo e mais vezes!
Sabemos que essas acções têm efectividade, não apenas na prevenção do crime como também na diminuição da sensação de insegurança.

Mais vale tarde que nunca!


De Paulo Mouta a 5 de Setembro de 2008 às 00:47
"Cerca de 680 detenções, 46 armas ilegais e 10014 munições apreendidas são os resultados das 147 operações policiais realizadas pela GNR, PSP e SEF, entre 24 de Agosto e 01 de Setembro"

in TSF - http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1009439


De Pedro Sales a 5 de Setembro de 2008 às 05:13
Paulo,

Mais me ajuda. 147 operações para apreender 46 armas ilegais, muitas das quais nem armas de fogo são. Quanto às detenções, pelo que tenho visto, a esmagadora maioria são pessoas sem carta de condução ou que estão a conduzir sob o efeito do álcool .

Resta ainda a questão dos direitos dos moradores dos bairros. A polícia, em muitas dessas acções, levou as televisões atrás. E quem se viu envolvido num filme em que nada fez para participar? Não têm direito à imagem porque vivem num bairro social? Estas operações não têm nada a ver com a prevenção da criminalidade, como se vê pela sua miserável produtividade. São uma encenação para português ver. à custa dos desgraçados do costume.


De salamandra a 6 de Setembro de 2008 às 00:14
PEDRO SALES - Este homem é um santo . . .
È obvio que tou a brincar . . . porque o que eu acho, é que ele é um grande IGNORANTE ! Ou isso, ou então alguem muito ingénuo. Provavelmente é alguem que AINDA não foi vitima de roubo, furto, agressões, ameaças . . . etc, etc, etc. Mas atenção, não é necessário ser-se vitima de qualquer um destes crimes, para se ter noção da realidade do país.
ACORDA !!! (és capaz de ainda ires a tempo)

PS: Mais uma vez sou da opinião que os Policias estão cada vez mais sozinhos nisto tudo. É que têm que levar com os politicos e as suas fantásticas leis que fazem, ao mesmo tempo que têm que aturar ingénuos (talves Ignorantes), como este Sr. Pedro Sales.


De Paulo Mouta a 6 de Setembro de 2008 às 01:26
Pedro,

46 armas ilegais correspondem a um pequeno universo das armas ilegais existentes. Então estamos de acordo se eu disser que a polícia deve mesmo é reforçar as suas formas de intervenção para apanhar todas as outras que por aí circulam?

Ainda que fosse uma só arma ilegal em potência poderia terminar com muitas vidas humanas. É que as armas por si não fazem mal a ninguém. Quem o faz são as pessoas que as têm.

Das 680 detenções serão a maioria condutores sem carta. É possível mas olhe que os automóveis podem ser eles próprios armas ou ferramentas para o crime. E poucas coisas existem que estupidifiquem tanto um ser humano como encontrar-se atrás de um volante.

Eu compreendo a essência da mensagem transmitida à exaustão pelo Pedro Sales e por muitas outras pessoas. Mas o mundo e a natureza humana não se coadunam com uma atitude constante de vitimização do mal e com uma demonização da intervenção policial. Afinal as polícias existem para proteger os cidadãos e para intervirem da forma que entenderem ser a mais adequada. Estes resultados, como é sabido pecam por defeito uma vez que os números reais das armas ilegais e do seu uso são muito superiores.


De Manuel Leão a 5 de Setembro de 2008 às 12:18
Como se os criminosos se deixam assustar pelo "show off".

Mas lá que o Vital já merecia um cargo de ministro, lá isso merecia. Tem sido amigo e tem-se esforçado!


De jose a 5 de Setembro de 2008 às 19:55
Da parte do dr Vital Moreira, tudo o que vem do lado do governo está bem! Mas não concordo com o que diz:
Se percorrer o interior de Portugal e no sítio em que vivo agora e depois de viver nos arredores de Lisboa muitos anos-- era normal as pessoas deixarem as portas abertas, para quem quisesse entrar não estar a batera porta - hoje não! Além da insegurança que as pessoas tem, assiste-se a um vandalismo por todo lado: -a imagem que damos a quem nos visita não é de um país que se quer democrático e civilizado , mas sim de um lugar em que os bandos impõem a sua lei!..............................


De Marco Alberto Alves a 9 de Setembro de 2008 às 18:21


Concordo em absoluto com o teor do Artigo.


As intervenções policiais aparatosas, ainda que produzam alguns resultados (e muitas delas saldam-se por autênticas minudências) podem ter um EFEITO CONTRÁRIO e bastante perverso, sobretudo para os mais jovens e impressionáveis: se já me tomam por criminoso, sem que eu o seja, se calhar merecem que eu me torne criminoso quando crescer!


Acho que muito boa gente que se julga do lado "bom" da luta contra o crime negligencia levianamente este tipo de consequências perversas. Talvez por elas só se tornarem "evidentes" a prazo...


E porque vociferar e esmurrar é sempre mais fácil que pensar...


Comentar post