De Paulo Mouta a 2 de Setembro de 2008 às 17:19
Se a cada uma destas armas associarmos as potenciais vítimas não será que podemos pensar que uma vida humana que possa ter sido salva indirectamente já validou a operação?

As plícias não existem para isto mesmo?


De Pedro Sales a 2 de Setembro de 2008 às 17:53
O que levou a polícia a tratar os habitantes de vários bairros como sendo, todos eles, potenciais criminosos. Porque era na Quinta do Mocho e não na Quinta da Marinha, não nos incomodamos? A certeza de que, sendo um bairro de pobres, iam encontrar mais delinquência, ou responder aos estereótipos formados pelas pessoas, estigmatizando ainda mais os moradores dos bairros. E, para isto, mobilizam-se mais de 1000 policias para apanhar 8 armas de fogo? Sejamos sérios.



De Hugo a 2 de Setembro de 2008 às 22:43
Por acaso agora tocou num ponto interessante...

que tal fazer um cerco à Quinta da Marinha para vermos quantas armas não legais, droga ou produtos ilícitos seriam encontrados?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres