Comentários:
De Ibn Erriq a 2 de Setembro de 2008 às 14:54
PS o que o leva a crer que os dados não foram atingidos? talvez até tenham sido e quem sabe se esses são o números exactos?

O que a policia pretendia foi conseguido ;-)


De Pedro Sales a 2 de Setembro de 2008 às 15:09
Foram os números fornecidos pela PSP. Também me parece que estas operações tinham muito pouco que ver com a prevenção da criminalidade, e mais com restaurar o nível de confiança dos portugueses. Que, para isso, se tenham usado bairros inteiros como cenário, estigmatizando ainda mais os seus moradores, parece-me inconcebível.


De l.rodrigues a 2 de Setembro de 2008 às 15:18
Operações de "charme", por assim dizer. É como um tipo para engatar uma miúda não arranjar nenhuma maneira melhor para o fazer do que dar uns tabefes a uns que são vagamente rivais. Acho que vi coisas dessas quando andava no Ciclo Preparatório.


De J.h a 2 de Setembro de 2008 às 15:42
Agora o que faz falta é quem denuncie estas situações à malta que não lê jornais nem na internet nem em papel, e na televisão só vê as novelas e que, quando abordados na rua, proclamam um profundo sentimento de insegurança e que a culpa é dos estrangeiros que pra cá vêm. E que se juntam todos nesses bairros que mais parecem arsenais. Onde é que já se viu.

/sarcasm


De Paulo Mouta a 2 de Setembro de 2008 às 17:19
Se a cada uma destas armas associarmos as potenciais vítimas não será que podemos pensar que uma vida humana que possa ter sido salva indirectamente já validou a operação?

As plícias não existem para isto mesmo?


De Pedro Sales a 2 de Setembro de 2008 às 17:53
O que levou a polícia a tratar os habitantes de vários bairros como sendo, todos eles, potenciais criminosos. Porque era na Quinta do Mocho e não na Quinta da Marinha, não nos incomodamos? A certeza de que, sendo um bairro de pobres, iam encontrar mais delinquência, ou responder aos estereótipos formados pelas pessoas, estigmatizando ainda mais os moradores dos bairros. E, para isto, mobilizam-se mais de 1000 policias para apanhar 8 armas de fogo? Sejamos sérios.



De Hugo a 2 de Setembro de 2008 às 22:43
Por acaso agora tocou num ponto interessante...

que tal fazer um cerco à Quinta da Marinha para vermos quantas armas não legais, droga ou produtos ilícitos seriam encontrados?


De Paulo Mouta a 3 de Setembro de 2008 às 01:26
Quantas pessoas pode uma única arma matar? ^Qual o motivo da comparação com a Quinta da Marinha? Por acaso conhece Cascais? Se lhe roubassem o seu carro em Cascais certamente que o iria encontrar num dos bairoos como o da "Cruz vermelha", o "fim do mundo" a "Torre" ou outro qualquer e de certeza que não seria na "Quinta da Marinha" ou na "Quinta da Bicuda" ou em "Birre". Porque será?

Existem deferentes criminalidades nos diferentes locais com diferentes envergaduras. A estigmatização social é feita à partida quando se criam os Guetos, não haja dúvidas sobre isso. No entanto não são os bairros que criam os maus carácteres. O Pedro Sales já viveu num bairro destes? Qualquer um deles?

Não creio de todo que a intervenção policial sea má nestes bairros nem que seja para eliminar de vez as maçãs que vão apodrecendo todo o cesto.


De carlosbarbosaoli a 2 de Setembro de 2008 às 22:43
Preso por ter cão e preso por não ter. Tenho a certeza que foi este pais que seviu de inspiração à hitória do "Velho, o Rapaz e o Burro"


De Ibn Erriq a 3 de Setembro de 2008 às 00:18
Pois se calhar é mesmo, mas seria bom se começasse-mos a distinguir a nuvem de Juno ;-)


Comentar post