Sexta-feira, 8 de Agosto de 2008
Os jogos da (falta de) vergonha

Numa declaração sintomática sobre o clima político que rodeia os Jogos Olímpicos, os quatro ciclistas norte-americanos que chegaram a Pequim com uma máscara anti-poluição pediram desculpa pelo seu acto. Não queriam embaraçar ninguém, estavam apenas preocupados com os  efeitos da poluição. Compreende-se. A dois dias do início dos Jogos, a qualidade do ar em Pequim registava um valor de 88, a meros 12 pontos dos valores que as autoridades chinesas consideram perigosos para a saúde. Mas isso pouco importa quando valores mais altos se levantam. Segundo o responsável pela delegação norte-americana, “não queremos ir a casa dos outros e embaraçá-los, e acho que foi isso que eles fizeram”. Como o respeitinho é muito bonito, sempre foi adiantando que os desejos dos atletas têm que levar em conta a forma como as suas atitudes são percepcionadas pelas autoridades locais. Pois...costuma ser assim nas ditaduras.



publicado por Pedro Sales às 15:21
link do post | comentar |

Comentários:
De Paulo Mouta a 9 de Agosto de 2008 às 01:19
Há aqui uma diferença a salientar, é que nunca os chineses fariam este tipo de palhaçada num evento desportivo ocorrido nos Estados Unidos. Estes atletas por certo estarão dispostos a fazer as mesmas cenas no seu próprio país nas zonas onde o ar é irrespourável? Claro que não, estaão-se marimbando para isso. Mas o folclore é necessário e a propaganda esgrime-se dos dois lados. Mas na prática entre EUA e China a diferença do está mesmo ao nível... do cheiro.


De Usuf a 9 de Agosto de 2008 às 10:08
Por muito que não goste de algumas administrações americanas, já mais me atreveria a comparar os EUA à china, seria muito desonesto!


De Paulo Mouta a 10 de Agosto de 2008 às 00:20
Sim, realmente é uma comparação desonesta. Apesar de ser uma ditadura e de ter parido o Maoismo a China nunca invadiu nenhum outro país soberano, nunca derrubou governos ou provocou golpes de estado noutros países soberanos. Nunca assassinou ou mandou assassinar dirigentes políticos de outros países soberanos. Nunca usou o poder militar para subjugar outros povos e nunca utilizou bloqueios económicos para mutilar social e economicamente outros países soberanos. Realmente é uma comparação desonesta.


De Manuel Leão. a 9 de Agosto de 2008 às 09:23
Então porque é que foram lá? Já houve outros boicotes e ninguém morreu por isso. Nem os Jogos Olímpicos
Não vão e façam como eu, não vejam.

Pois, mas os negócios ...
Pois, mas no entanto deslocalizam para lá, onde não há protecção social equivalente. Onde se pratica concorrência desleal. Pois, mas os negócios...

Cambada de hipócritas.


De Isuf a 9 de Agosto de 2008 às 10:14
Não compreendo que mundo é este em que vivemos. Será que já não conseguimos, enquanto humanidade, hierarquizar os valores e os interesses? Será que devemos em nome do desporto patrocinar e assim apoiar as atitudes da China? Sim a China aquele país que manda esmagar cidadão dos seu país com carros de combate, aquele país onde a palavra liberdade não consta do dicionário! Que gente somos nós que permitimos que nos imponham restrições?

Eu faço questão de não ler ou ver qualquer assunto relativamente a estes JO. Sempre que apareçam noticias, reportagens ou transmissões mudo de canal. Esta é a minha forma de protesto.


De Paulo Mouta a 10 de Agosto de 2008 às 00:30
E as imagens em directo da invasão do Iraque? Presumo que essas não o tenham feito mudar de canal...


De toulixado a 9 de Agosto de 2008 às 18:25
Será que esses atletas vão correr de máscara?

"..Sim a China aquele país que manda esmagar cidadão dos seu país com carros de combate..."

"...Sim os Estados Unidos aquele país que manda esmagar cidadãos dos outros paises com os seus carros de combate..."

Descubra as diferenças...


De Isuf a 10 de Agosto de 2008 às 00:02
Sim, os EUA são aquele país onde os cidadão elegem os seus representantes não é?


De Paulo Mouta a 10 de Agosto de 2008 às 00:36
Elegem? Mesmo? E quais as alternativas? E que partidos existem? E quais as diferenças entre eles? E quantos milhões precisam recolher para lançar uma campanha? E quem paga esses milhões? E quantas pessoas votam? E como funciona o sistema eleitoral?

Sabe a resposta a alguma destas questões? Ou já pensou nelas pelo menos? Não confundamos o facto inegável de que os EUA são um país com liberdade de expressão com a falácia de que são uma democracia. Felizmente todos os impérios têm um fim e este que é o império mediático da mentira também irá ter o seu.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds