Quarta-feira, 16 de Julho de 2008
Não tarda nada ainda insultam o Pai Natal

"Nós sabemos bem da existência de um Robin dos Bosques.Há, aliás, a referência de que ele roubava aos ricos para dar aos pobres. Faça-se a verdade. Robin dos Bosques assaltava os cobradores de impostos". Diogo Feio, líder parlamentar do PP, hoje, na Assembleia da República.

Que o PP seja contra a “taxa Robin dos Bosques” é lá com eles, escusavam era de vir para o Parlamento difamar os heróis de infância de meio mundo.



publicado por Pedro Sales às 19:30
link do post | comentar |

Comentários:
De José Manuel Faria a 16 de Julho de 2008 às 20:09
Esta é mesmo à CDS.


De Isuf a 16 de Julho de 2008 às 20:36
Não percebo a indignação, O Diogo Feio só disse o que toda gente conhece!



De Pedro Sales a 16 de Julho de 2008 às 21:05
Isuf,

É uma piada, nada mais. Mas, já que fala, também não percebo a razão do preciosismo do PP.


De Isuf a 17 de Julho de 2008 às 21:55
O Diogo Feio, faz uso da melhor "arte" da retórica parlamentar bem ao jeito de outros deputados, que tiveram momentos de "precioso" preciosismo, passe a redundância, relativamente a este tema!
Contudo, este tipo de discurso não tem qualquer valor fora das paredes do hemiciclo, bom talvez tenha, num grupo de cervejas e tremoços ;-)


De Pedro Delgado Alves a 17 de Julho de 2008 às 01:55
Podiam aproveitar e dizer ao Diogo Feio que o Robim dos Bosques não era um menino a sério


De Nuno a 17 de Julho de 2008 às 10:41
Nada como se perder em minudências e esquecer o essencial! Talvez por isso tenham 3% dos votantes!


De jorge a 17 de Julho de 2008 às 11:12
taxa pinóqio, taxa xerife Nothingam, little Jonh, e outra piadas de mau gosto, foram os argumentos dessa cambada que suportamos no Parlamento. Esta gente não percebe que com este tipo de linguagem só se descredibiliza e afasta cada vez mais o povo da democracia.
Políticos de meia tigela com piadas estupidas e em compita para ver quem diz a mais estúpida.


De l.rodrigues a 17 de Julho de 2008 às 11:53
È tudo uma questão de "framing".
Ao chamar taxa Robim dos Bosques, a palavra chave é "roubar". Assim se promove a ideia de que taxas e impostos são meros roubos, que atingem os mais "produtivos" e "bem sucedidos".
Quem o usa não está meramente a "baixar nivel do discurso politico" mas sim a colocá-lo no nível que serve os seus interesses.


De Marco Alberto Alves a 17 de Julho de 2008 às 15:11
Feio, muito feio...


De Manuel Leão a 19 de Julho de 2008 às 16:34
O CDS/PP só está a fazer o papel dele, defender o grande Capital e os grandes interesses económicos. Os pobres, que neles votam, é que não estão a fazer o seu papel.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds