Sexta-feira, 25 de Julho de 2008
O inesquecível país dos dois sóis

A Visão tem distribuído nas últimas semanas um roteiro com os percursos do “Portugal inesquecível”. O guia, que tem uma qualidade francamente superior à que é costume encontrar em ofertas similares, recorre a esta peculiar foto para ilustrar a série. Um país inesquecível? Claro. Mas também não é preciso exagerar... nas sombras.



publicado por Pedro Sales às 23:58
link do post | comentar |

Comentários:
De Dinis a 26 de Julho de 2008 às 17:29
"...qualidade superior HÁ que é costume..."

Há? Ou à?


De Isuf a 26 de Julho de 2008 às 17:33
aber aia custa é a axála?


De Dinis a 26 de Julho de 2008 às 20:40
Não percebo a piada. Ainda se fosse "aber avia custa é axala" talvez percebesse. Enfim, bem aventurados os pobres de espírito pois deles, etc.
Continuo a achar que na frase "O Guia, que tem uma qualidade francamente superior à que é costume..." O "à" refere-se a "aquela" que é costume encontrar noutras publicações) e portanto deve assumir a contracção "à". ( a ..a) Mas claro, isto sou eu que não sou de cá.....


De Isuf a 27 de Julho de 2008 às 10:56
Pois é bem aventurado seja o Dinis!

Isso é o que dá quando alguém se sente pelas dores dos outros e quando sem conhecer os dialectos específicos se tenta emita-los, ou seja, abia e não avia axála e não axala. Isto é um pobre de espírito, que conhece bem dialecto em causa, a falar, certo?

Confundir verbos com preposições... Hum! ..... Será este o resultado do "eduquês" defendido por tão proeminentes elites "culturais" e "opinativas"?


De Gabriela a 27 de Julho de 2008 às 11:11

Pelas sombras e sua inexistência, eu arriscaria 3 sóis...
Caramba! Numa publicação dessas não há ninguém que veja o erro?

Sobre os comentários acima: claro que é "à"!


De Pedro Sales a 27 de Julho de 2008 às 15:34
Ups, claro que é. Bolas. Já está corrigido.


De francisco feijó delgado a 27 de Julho de 2008 às 20:18
Não percebo qual é o erro... O terreno é bastante acidentado. As duas árvores de trás não mostram sombra, porque estas caiem atrás da elevação. E a sombra atrás, à esquerda pode ter origem numa árvore também obstruída pela elevação; a sombra, no entanto, é visível em parte. Como se vê pela sombra da árvore em primeiro plano, a extensão é bastante grande.


De francisco feijó delgado a 27 de Julho de 2008 às 20:18
Não percebo qual é o erro... O terreno é bastante acidentado. As duas árvores de trás não mostram sombra, porque estas caiem atrás da elevação. E a sombra atrás, à esquerda pode ter origem numa árvore também obstruída pela elevação; a sombra, no entanto, é visível em parte. Como se vê pela sombra da árvore em primeiro plano, a extensão é bastante grande.


De francisco feijó delgado a 27 de Julho de 2008 às 20:18
Não percebo qual é o erro... O terreno é bastante acidentado. As duas árvores de trás não mostram sombra, porque estas caiem atrás da elevação. E a sombra atrás, à esquerda pode ter origem numa árvore também obstruída pela elevação; a sombra, no entanto, é visível em parte. Como se vê pela sombra da árvore em primeiro plano, a extensão é bastante grande.


De Pedro Sales a 27 de Julho de 2008 às 22:20
Francisco,

Não posso indicar, como é óbvio, que é montagem. O mais provável é nem ser isso, quer-me parecer, e a sua explicação até é a mais provável. Mas não deixa de ser engraçado.


De Dinis a 28 de Julho de 2008 às 01:46
Isuf: Who the fuck are you? Hum??!!


De Isuf a 28 de Julho de 2008 às 10:58
Why? Whats the problem?



De Tárique a 28 de Julho de 2008 às 15:15
Já não é a primeira vez que a Visão se aprimora em descrever um alentejo idílico a photoshop. Lembro-me que o ano passado, pela mesma altura andaram a visitar as praias do alentejo perdido (que eram na sua maioria no Algarve, aljezur, odeceixe e por aí abaixo) e até aparecia um pastor e uma juventude rural perdida para as drogas por causa do festival da zambujeira :p

http://womenageatrois.blogspot.com/2007/08/pequenas-irritaes.html#3129243352235134043


De Isuf a 28 de Julho de 2008 às 16:08
De facto eu também acho que de facto a visão não tem grande amor pelo rigor.
Há já algum tempo, quando da Visita de Bill Gates a Portugal, a revista em causa, apelidava o Sr de "Pai de Internet". Logo ele que sempre foi um descrente. Os Windows nem TCP/IP tinham!
Enviei, então, um email para a Visão a alertar para o erro.
Como não obtive resposta segui o caminho, para mim, óbvio, deixei de comprar a publicação, pelo simples facto de ter deixado de acreditar no rigor dos seus artigos!


De Rádio Sevilha a 28 de Julho de 2008 às 23:35
Rádio Sevilha em plena actividade

http://www.radiosevilha.blogspot.com/


De O Rei da Cocada Preta a 7 de Agosto de 2008 às 18:12
Caro Pedro, por razões semelhantes anda muito boa gente a dizer que os americanos nunca foram à lua.
A sombra que parece estar na direcção errada é projectada pela segunda (a contar de baixo) árvore à direita na fotografia. Uma vez que esta árvore está mais elevada, a sombra projectada é muito mais comprida. Não deixa de causar uma primeira impressão estranha, realmente...


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds