Domingo, 13 de Julho de 2008
Nos bastidores da exploração

Imigrantes a dormir em cavalariças, trabalhando 12 horas por dia a 4,48 libras por hora e com 30 minutos de descanso para uma sanduíche mal-amanhada. Este é o outro lado da realidade por detrás de um dos mais conhecidos festivais de rock da Europa. É assim que começa uma excelente reportagem de Miguel Portas sobre a miserável exploração de trabalhadores portugueses nos bastidores esquecidos de um festival de Verão na Irlanda. A reportagem de Miguel Portas pode ser encontrada no seu blogue, a peça da RTP pode ser vista aqui.


Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 22:46
link do post | comentar |

Comentários:
De Manuel Leão a 14 de Julho de 2008 às 11:55
A ganância do lucro dá nisto. Estes são os empreendedores, que arriscam com o coiro dos outros! E se pudessem seriam esclavagistas no verdadeiro sentido da palavra e não no sentido Blatteriano do termo. Já não há um pingo de decência! Nem de uns nem do outro!


De edobasilio a 14 de Julho de 2008 às 13:39
A rapaziada dormir nas cavalariças não pode estar bem. Agora o que também não está bem é que em toda a reportagem nenhum dos ditos trabalhadores emigrantes aparece a queixar-se. Em nome deles fala uma senhora que pelos vistos já tinha sido um deles e o pai natal dos pobrezinhos- Miguel Portas. Estranho! Não me digam que os escravizados não querem reclamar contra escravatura? Ainda por cima quando se trata de um trabalho temporário. O festival dura dias.


De Duarte a 14 de Julho de 2008 às 20:23
Eu escrevi uma mensagem de protesto para o festival. O inglês é capaz de tar muita mau, mas acho que serve. se quiserem, enviem o mesmo texto ou inspirem-se nele xD

É só ir a http://www.oxegen.ie/2008/contact e escrever… ao menos mostramos que nao estamos contentes com o que aquele festival fez:

“You should be ashamed of yourselves.
You do everything to satisfie the extravagant demands of the artists you have on your festival, but you give infra-human conditions to your workers… that’s just imoral and shows you hipocrisy: you say you care so much about the environment just to show social responsability, but you have no social responsability with your workers.
And by the way, MTV is always making ads about helping the poor, about ending slavery, but they are the sponsors of this festival, which uses slave work.
I’m portuguese and I’m offended by your use of portuguese and non-portuguese slave work. And I’m ashamed as an european for the same reasons.
Your shameless behaviour has already been exposed in Euronews and in the portuguese public television (RTP), becouse of the action of the portuguese eurodeputee Miguel Portas (European Left) http://www.miguelportas.net/blog/?p=403

You must now apologise to the portuguese people, the european people, and most of all the irish people who have financed this acts without knowing. Then, you must make sure that this will never happen again. If you don´t do it, lots of portugueses and irish will boicot the products of your sponsors and expose to everyone what this festival REALLY stands for.

I hope you change your laboral policy, so we can change our opinion about this festival.”


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds