Terça-feira, 17 de Junho de 2008
Com toda a dranquilidade

O Tuttosport fez as contas e constatou que, de acordo com o valor de mercado dos jogadores, a selecção portuguesa de futebol é a mais cara do Euro 2008. São mais de 300 milhões de euros. É verdade que ajuda ter Ronaldo, que custa mais que toda a equipa da Áustria, ou o facto dos extremos nacionais estarem avaliados em 185 milhões de euros. Um dado em comum. Simão, Quaresma, Ronaldo e Nani são todos oriundos das escolas de formação do Sporting, de onde já tinham vindo Figo ou Futre. O mais curioso é que, apesar de se ter notabilizado por ter os melhores extremos do mundo, e de ter facturado mais de 60 milhões de euros em poucos anos com a sua transferência, o Sporting deixou de jogar com extremos. Ou melhor, as escolas de formação jogam, mas a equipa principal não. Fiel ao tal losango, de Paulo Bento, o Sporting parece andar a formar jogadores para as outras equipas. Deve ser a isso que Soares Franco chama “valorizar os activos do Sporting”. Eu chamar-lhe-ia outra coisa.



publicado por Pedro Sales às 00:06
link do post | comentar |

Comentários:
De Manuel Leão a 17 de Junho de 2008 às 16:13
Leia o Jornal Sporting, de hoje. Paulo Bento responde-lhe a essa pergunta.


De Pedro Sales a 17 de Junho de 2008 às 17:14
Vou ver, obrigado


De Pedro Fragoso a 18 de Junho de 2008 às 09:00
E o FCPorto, ao vender Postiga ao Sporting (ufa!), conseguiu mais um extremo jovem leonino, Diogo Viana. Eu, portista, não me importo muito. :)


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds