Terça-feira, 27 de Maio de 2008
As verdades feitas escondem sempre velhas mentiras

A Entidade Reguladora da Comunicação Social apresentou ontem o seu relatório relativo a 2007, incluindo desta vez a análise à programação e informação de todos os canais televisivos, público e privados. Os dados relativos à informação são muito curiosos, permitindo desmentir uma série de velhas verdades feitas;

 

1. Ao contrário do que afirmava o PSD há uns meses, e de Pacheco Pereira que apenas encontra os "momentos Chávez" na RTP, a presença do Governo nos outros canais em nada se distingue da que acontece no canal público. De resto, até é na SIC que o Governo e PS encontram mais tempo de antena, ou não tenha sido esta a estação escolhida por José Sócrates para conceder as suas duas últimas entrevistas televisivas.

 

2. Há muito tempo que a famosa conversa sobre o Bloco ser levado ao colo pelos jornalistas não tem nada a ver com a realidade. Com votações similares ao PP e PCP, o Bloco tem cinco vezes menos notícias que o PP na SIC, quatro na RTP, e três na TVI. Mesmo o PCP, sempre pronto para reclamar da sua discriminação em relação ao "mediático" Bloco, aparece mais três vezes em todos os canais.

 

3. O impacto da comunicação social (mesmo da televisão) na construção de uma percepção pública sobre os partidos é sobremaneira exagerado. Pegue-se no exemplo do Bloco que, com uma cobertura noticia ínfima em relação ao PP, continua a crescer nas sondagens, onde aparece invariavelmente com o dobro das intenções de voto do PP.



publicado por Pedro Sales às 19:03
link do post | comentar |

Comentários:
De nm a 27 de Maio de 2008 às 23:48
a conversa sobre o bloco ao colo foi uma realidade. o pcp ser prejudicado também já mais uma realidade. continuam a ter má imprensa mas jerónimo parece ter conseguido inverter a falta de presenças.


De PALAVROSSAVRVS REX a 28 de Maio de 2008 às 02:11
É impossível não simpatizar com Jerónimo!

joshua
PALAVROSSAVRVS REX


De cravo a 29 de Maio de 2008 às 18:41
Eu também simpatizo muito com o Jerónimo, especialmente desde que declarou o seu apoio à repressão no Tibet por parte do PC chinês


De PALAVROSSAVRVS REX a 28 de Maio de 2008 às 02:09
Ainda mais extraordinário que isso é o facto de eu ter verificado em mim mesmo uma espécie de transformação crisalidaniana em três anos: eu que toda a vida votei PSD, sinto e sei que votarei PCP ou BE, que apelarei a tal voto na máxima escala e descobri que além de judeu, sou cada vez mais Monárquico.

A Monarquia é a saída para a Grande Traição Republicana do último quartel do século XX ou da revolução que foi uma contiguidade contínua com a arte de saquear o povo português de todas as formas e de todos os feitios.

joshua
PALAVROSSAVRVS REX


De António Cinzento a 29 de Maio de 2008 às 12:34
Dados muito interessantes e esclarecedores! E, já agora, a análise está muito bem feita.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds