Sexta-feira, 23 de Maio de 2008
Lixo

Apoiantes de Berlusconi festejam vitória eleitoral. Fotografia retirada do 5 Dias

Há coisas que nunca mudam. Sarkozy, com uma taxa de reprovação superior a 70%, anunciou que iria reforçar a perseguição à imigração ilegal. Ontem, foi a vez de Berlusconi apresentar um polémico conjunto de medidas para criminalizar os imigrantes clandestinos. Provando que o populismo tem as pernas curtas, Berlusconi não se lembrou de melhor local para começar a sua campanha xenófoba, na qual não hesitou mesmo em associar a criminalidade à presença dos imigrantes, do que Nápoles, a "capital do lixo" onde as centenárias actividades da Camorra representam 3% do PIB italiano.


Etiquetas:

publicado por Pedro Sales às 13:07
link do post | comentar |

Comentários:
De GWB a 23 de Maio de 2008 às 16:39
Sarkozy, que quer centrar a agenda europeia na imigração e quer que o memorando da imigração seja relativo a expulsões e afastamentos, agradece a Berlusconi, que está radicalizando o discurso contra os imigrantes ainda mais do que qualquer construção securitária europeia poderia supor.
Tanto se dizia que era preciso ver a política de imigração com cuidado. Integração, direitos, direitos políticos, regularização? "Não se pode abrir muito, para a balança não se desestabilizar e se acirrarem conflitos", diriam alguns.
A balança se desestabilizou à mesma. E, enquanto certos partidos que se dizem de esquerda foram cedendo a conservadorismos e restrições securitárias, à política do "passo a passo", para não criar resistências e xenofobias, enviezadas soluções que não passam por reconhecer e criar uma pedagogia de tratar os de fora como iguais (que são), a direita começou a dinamizar o seu discurso e começou a esticar a corda para o lado oposto, vendo até onde conseguem ir.
Começaram-se a partir os equilíbrios (que se haviam eram poucos). Com Berlusconi criminalizando a imigração ilegal, as restantes direitas europeias não precisam grandes argumentários para atacar as já poucas garantias dos imigrantes na Europa.


De Ricardo Borralheiro a 26 de Maio de 2008 às 15:21
Pedro, não posso afirmar com toda a certeza mas penso que a fotografia não corresponde aos "festejos" da vitória de Berlusconi, mas à eleição da câmara de Roma, que precedeu as legislativas cerca de 15 dias.


De Pedro Sales a 26 de Maio de 2008 às 23:50
Sim, a celebração é pela vitória do candidato de extrema-direita em Roma. Sendo apoiantes da coligação de Berlusconi, a legenda da foto é pouco esclarecedora e induz em erro. vou corrigir.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds