Quarta-feira, 14 de Maio de 2008
Vai deixar de fumar ou de inalar?

O primeiro-ministro José Sócrates pediu hoje desculpa por ter fumado no voo que transportou a comitiva governamental para a Venezuela. Em declarações aos jornalistas, na venezuela, o primeiro-ministro diz que desconhecia que estava a violar a lei. José Sócrates adiantou ainda que decidiu deixar de fumar em definitivo, na sequência da polémica.

 

Apanhado em falso, a violar uma lei apresentada pelo seu Governo, o primeiro-ministro resolveu entrar num patético espetáculo de contricção pública, prometendo aos portugueses que vai deixar de fumar. E o que é que nós temos a ver com isso?  É um assunto da sua vida privada. A questão pública é o cumprimento da lei e a igualdade dos cidadãos no seu cumprimento. Se fumou, como reconhece, paga os 750 euros previstos na lei, como deverá acontecer com qualquer cidadão. Agora, fazer uma promessa aos portugueses sobre a sua vida privada é que passa todos os limites do bom senso. E o que é que acontece se não cumprir? E quem é que vai fiscalizar o cumprimento da promessa? Razão tinha o Santana Lopes. "O país está louco".



publicado por Pedro Sales às 17:29
link do post | comentar |

Comentários:
De zedeportugal a 14 de Maio de 2008 às 18:20
Exactamente! Não poderia estar mais de acordo.


De Hélder Franco a 14 de Maio de 2008 às 20:25
Lex Dura Lex mas só para alguns infelizmente.


De MFerrer a 15 de Maio de 2008 às 00:54
Pena que este jornalista do Público, em campanha contra o governo, não tenha pejo de lançar esta polémica quando era prática em TODAS as viagens no passado...Ele lá sabe a que vem...
Mas este país é como dizia Filipe II de Castela: Não se governa nem se deixa governar!
De facto até leio por aí uns quantos iluminados que consideram desprezível quer o apoio à comunidade portuguesa na Venezuela, quer a protecção de fontes economicamente viáveis e interessantes para continuarmos a consumir petróleo !
Isto para não falar da exportação de bens alimentares e,surpresa!, da nossa tecnologia na área da produção de energia renovável. Exportação que tem como contrapartida os postos d etrabalho em Portugal.
Mas o que interessa discutir é literalmente uma nuvem de fumo. certamente para evitar poder de facto ver quais são os nossos interesses!


De Pedro Sales a 15 de Maio de 2008 às 02:54
Caro MFerrer,

Se reparar, ninguém por aqui comentou o facto quando ele ontem foi conhecido. Coisa ben diferente é, quando numa patética declaração, o primeiro-ministro aparece a pedir desculpas aos porrugueses e a prometer quenão volta a fumar. Se o ridículo matasse...


De MFerrer a 18 de Maio de 2008 às 10:12
Caro Pedro Sales,
De facto tem razão. Mas eu não o incluia nos tais iluminados. Você não precisa. Tem luz própria. Sem ofensa ff.
A minha indignação é contra os que aceitam viajar à borla, em voos fretados, comer e beber do melhor, dormir nos melhores hoteis, e depois cuspir na sopa.
A minha indignação é para quem despreza o principal desta visita e sobreleva o acessório.
Sou contra a existência de "medias" ao serviço de grupos económicos. Qual a razão da sanha assassina da Sonae contra este governo?
A ser assim, estou sempre do lado do governo.
Mesmo sem saber as causas de tanto ódio. É o meu instinto de conservação a funcionar!
Depois, o PM é de carne e osso e sentiu-se acoado fosse pela imprensa fosse pela falta que cometera.
De facto, não acho nem patético nem escandaloso.
É preciso relativizar os acontecimentos.
Sinceramente
MFerrer


De Umbelina a 15 de Maio de 2008 às 01:43
Daí a dar razão a Santana Lopes também me parece excessivo.O país está louco mas não tanto.


De Pedro Sales a 15 de Maio de 2008 às 02:52
Ok, ok, é verdade


De Nuno Góis a 15 de Maio de 2008 às 02:51
Mais rídiculo que alegar desconhecimento da lei, em vez de dizer que paga a multa ou que a lei deve ser revista, é a auto-punição que promete aos portugueses. Ora o nosso primeiro promete deixar de fumar!
Mas que raio tenho eu a ver com o que ele faz consigo e com a sua saúde (jogging incluído) ?

É o mesmo que um caçador matar alguém com a sua caçadeira e perante os factos prometer que deixará a caça...

Será que este homem não morre de rídiculo???


De PALAVROSSAVRVS REX a 15 de Maio de 2008 às 04:17
Paga ele e paga o Pinho e quem mais prevaricou e prevaricar nesses vôos fretados, onde se pode fazer o que se quer porque era prática corrente.

Faça-se cumprir a lei onde quer que a ela se transgrida. Se a corte de Cavaco fuma ao acompanhá-lo, pague. Paguem todos, pagem já. Mas não brinquem com a nossa brandura ilimitada.

PALAVROSSAVRVS REX


De Nuno a 15 de Maio de 2008 às 14:47
O desconhecimento da lei não aproveita a ninguém! Se de facto a lei proibe o fumo nos voos privados, deviam ser todos multados, todos os prevaricadores, ministros, primeiro ministro, jornalistas, tripulantes, TODOS! (Saibam q os pilotos, se forem fumadores, fumam no cockpit!)
A mensagem que passaria seria positiva, seria a imagem que a justiça é cega, que às vezes tanta falta faz!
De resto o Público mais uma vez ocupa-se com a espuma dos dias. A primeira página era acerca deste assunto. O do 24 horas tb era! Cada um retire as suas conclusões!



Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds