Segunda-feira, 21 de Abril de 2008
Quem sai aos seus não degenera

Um exemplo perfeito aconteceu a 16 de Fevereiro de 2005 num cartório notarial de Lisboa, data e local para que o espaço do Estádio do Bessa hoje ocupado pelo Holmes Place começasse por ser vendido pelo Boavista à empresa Elepê - que se fez representar nesse dia por três administradores, entre eles João Bartolomeu, ainda hoje presidente do Leiria - por quase 4 milhões de euros, acabando, horas depois, por ser vendida pela Elepê à Sofinac por perto de 13 milhões de euros. Num dia, o Boavista terá sido lesado, em qualquer coisa como 9 milhões de euros. Como se não bastasse, estava inicialmente prevista a venda de um espaço de dois pisos, acabando a Elepê por ficar com cinco pisos.

É justo reconhecer que o talento de João Loureiro para os negócios ruinosos faz parte de uma longa escola de gestão enraizada nos genes familiares. Basta ver a forma como o seu pai tem vindo a alterar o PDM em Gondomar: Terreno de filho de Valentim valorizado em tempo recorde: No espaço de duas semanas, um terreno que foi comprado por pouco mais de um milhão de euros quase quadruplicou o seu valor, na sequência da sua desafectação da Reserva Agrícola Nacional (RAN).

Etiquetas:

publicado por Pedro Sales às 12:20
link do post | comentar |

Comentários:
De Marco Alberto Alves a 21 de Abril de 2008 às 13:03


Sementes para o Futuro. Espero que venham a colher os frutos...


De zedeportugal a 21 de Abril de 2008 às 14:54
Estou completamente embasbacado. Não tanto por causa das negociatas, mas porque pelos vistos tudo isto é sabido, feito às claras e não há quaisquer consequências. Mas se alguém não pagar o IMI, ou o selo do carro, ou outra porcaria qualquer no prazo que lhe é imposto (2 vezes imposto) é multado, perseguido, penhorado e sei lá mais o quê. Este país está a ficar um nojo... de causar vómitos.


De mariadosol a 22 de Abril de 2008 às 01:43
Como gosto de refazer o provérbio:
Quem sai aos seus não REGENERA!


De Alberto Gomes a 23 de Abril de 2008 às 23:57
Que pena ninguém ter feito um video destes casos e publicado no YouTube. Talvez assim o nosso atento PGR se debruçasse sobre o problema, alertando a opinião pública e debatendo em privado com as mais altas instâncias.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds