Quarta-feira, 26 de Março de 2008
Depois da boa experiência dos ginásios...

O governo tentou hoje limpar o pecado original da sua governação: o dia em rasgou o compromisso eleitoral de não mexer nos impostos e aumentou o IVA. Infelizmente, tudo aponta para a inconsequência de uma medida que não serve para redimir, nem pela metade, o dia em que Sócrates aumentou o IVA. Nem tudo o que sobe desce, como os portugueses já perceberam com os ginásios que, vendo o IVA descer de 21 para 5%, mantiveram os preços inalterados. No dia 1 de Julho, poderemos comparar os preços. Vai uma aposta?
Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 17:50
link do post | comentar |

Comentários:
De RUIM a 26 de Março de 2008 às 18:12
eu não aposto, não quero perder


De l.rodrigues a 26 de Março de 2008 às 19:11
O Senhor Van Zeller disse que o montante era mais bem gasto pagando dividas do estado porque assim o dinheiro iria direitinho para as empresas.
Mas vendo bem, assim vai direitinho para seja quem for que venda coisas com iva, o que ainda é muita gente.


De A Caixa a 27 de Março de 2008 às 10:56
Mas afinal na sua opinião o IVA deve descer ou não?


De Budos a 27 de Março de 2008 às 14:23
Quando IVA subiu de 19 para 21% , os preços também se mantiveram inalterados. É perfeitamente natural, por isso, que agora também se mantenham.


De Ana Pereira a 27 de Março de 2008 às 15:07
Se o IVA aumentasse 1% estava toda a oposição a fazer declarações contra o governo,como baixou há que relativizar o assunto com a acusação de que são medidas eleitoralistas.Seria bom que descesse mais,mas a prudencia neste caso é boa conselheira.O impacto da crise da economia americana na economia europeia ainda não é conhecido e portanto é preferivel esperar.O que os portugueses que tantos sacrificios fizeram nunca perdoariam ao governo era que o equilibrio conseguido fosse posto em causa pelo facto de haver eleições.Mas até agora isso não aconteceu


De Marco Alberto Alves a 27 de Março de 2008 às 18:16


Quando o défice é o que é e o Governo está mais que de parabéns, estar a perder tempo a criticar uma medida óbvia e inquestionável só revela uma coisa: há cotovelos que doem como dentes...


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds