Quarta-feira, 19 de Março de 2008
Os "especialistas"


Para quem acredita nessas coisas, quis o acaso do destino que os cinco anos da invasão e ocupação do Iraque coincidissem com o início de uma gigantesca recessão económica nos EUA. Para todos os outros, talvez valha a pena lembrar que os dois acontecimentos estão longe de estar desligados. Em primeiro lugar pelos custos astronómicos da ocupação do Iraque (o Congresso dos EUA já fala em 1 ou 2 milhões de milhões de dólares), com as consequências monetárias que daí resultaram. Mas também, e de  forma nada indirecta, com o decisivo impacto da guerra na escalada do preço do petróleo.

Para quem anda esquecido, um fenómeno curiosamente recorrente por estes dias, talvez valha a pena recordar que os opositores da intervenção militar foram os primeiros a alertar para a subida do preço do petróleo causada pela instabilidade geopolítica na região onde se encontram quase 2/3 das suas reservas. Quando Fernando Rosas escreveu um artigo avançando a possibilidade do crude chegar aos 80 dólares por barril foi um fartote. Durante semanas, os grandes “especialistas” económicos da blogosfera liberal juntaram-se em peso para ridicularizar o Fernando Rosas, o Bloco e os opositores da guerra.

Lembrei-me desse momento ao ler uma notícia - destacada hoje pelo João Miranda para elogiar pela enésima vez o carácter premonitório e omnisciente do mercado -, onde se pode ler que, “desde o final de 2003, o número de contratos futuros de petróleo subiu 364 por cento enquanto o consumo real subiu oito por cento”. O João Miranda não refere, como é normal, mas foi no final de 2003 que se tornou perfeitamente claro que não existia nenhuma solução fácil para o Iraque e que, nem com a colossal fortuna que os EUA estão a enterrar no deserto, se podia garantir a estabilidade da região. O resto é história... e o petróleo que já vai nos 110 dólares.


publicado por Pedro Sales às 23:37
link do post | comentar |

Comentários:
De Giuliano a 20 de Março de 2008 às 07:31
E ainda o pior não passou. Os EE.UU precisam ainda de mais petróleo para as suas especulações, e o que se está a passar com o Irão pode ser o prelúdio duma nova invasão.


De joystone a 20 de Março de 2008 às 12:18
Bom post. Eu se fosse ao jaquinzinho metia-me num buraco e nunca mais saía de lá. Que ridículo.


De joystone a 20 de Março de 2008 às 12:23
A mão invisível anda cansada. Provavelmente com tendinite. A tendinite provoca dores muito fortes e pode resultar em incapacidade física.


De Anónimo a 20 de Março de 2008 às 23:11
O jaquinzinho, também conhecido como fodilhão das pampas,mete umas argoladas, mas é bom rapaz.


De Zeca Portuga a 21 de Março de 2008 às 00:28
E no meio de tudo isto podemos ver que os grandes terroristas - aqueles que vão destruir, bombardear, matar, colonizar, enxovalhar e aterrorizar inocentes - os EUA, continuam impunes, e a fazerem-se de vitimas.

O mundo só tem paz quando estes terrorisas perderem o pio nas Nações Unidas, e quando o Ocidente acordar.


De jcd a 21 de Março de 2008 às 13:52
Caro Pedro Sales

O que Rosas vaticinava em Setembro de 2004 era que o petróleo atingiria os 80 dólares antes do fim do ano e não 3 anos depois. Claro que era para brincar, porque os motivos pelos quais Rosas vaticinava tal preço eram fruto de iliteracia, sem tirar nem por, de ignorância sobre os funcionamentos dos mercados e de leituras exóticas sobre os mercados de futuros. Claro que posso vaticinar que o petróleo vai atingir os 200 dólares daqui a 3 meses. Como é óbvio que mais ano, menos ano, mais década menos década, o petróleo atingirá os 200 dólares, não vou cantar vitória se em 2012 se concretizar a minha previsão de 2008.

E tem mesmo a certeza que o petróleo 'já vai' nos 110 USD?




De Pedro Sales a 21 de Março de 2008 às 22:05
Caro JCD,

Partindo da mesma premissa que o artigo do Fernando Rosas, uma interrupção da produção, escassos meses depois era o FMI que dizia que o petróleo podia chegar aos 100 dólares por barril *. Será que também o fizeram devido à "ignorância sobre os funcionamentos dos mercados e de leituras exóticas sobre os mercados de futuros"?

*
http://dn.sapo.pt/2005/04/09/negocios/fmi_avisa_preco_petroleo_pode_chegar.html


De Sebaston a 23 de Março de 2008 às 04:42
O JCD quando não tem argumentos chama nones aos outros. Que irá ele dizer agora ?


De fcr a 21 de Março de 2008 às 14:36
Preço do barril de petroleo é em dolares
Dolar desvaloriza por manipulaçoes erradas do FED
Preço do petroleo aumenta em dolares

Quando ha pessoas que falam sobre a desvalorizaçao do dolar e sobre a escalada do preço do petroleo como se fossem assuntos distintos, é um sinal de que a iliteracia economica é grande por estes lados.


De Pedro Sales a 21 de Março de 2008 às 22:07
Caro FCR,

Está a querer dizer que a valorização em 340% do preço do petróleo se deve à desvalorização entre os 30 a 40% do dólar? É um factor, mas responde por muito pouco, convenhamos.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds