Quarta-feira, 5 de Março de 2008
all the way baby?

Slate's Delegate Counter

Clinton teria de ganhar todos os 12 Estados restantes por margens maiores que 60-40 para reequilibrar os totais de delegados. Mas ficou bastante mais perto de equilibrar o total de votos, e isso interessa para estancar a hemorragia de superdelegados, variável crucial na decisão final. E é o suficiente para a narrativa mediática das próximas semanas: de underdog a comeback kid, via Saturday Night Live, Hillary e a mudança de atitude na imprensa quebram o momentum de Obama. A América adora uma luta renhida e as audiências disparam.

we're going all the way baby.


publicado por Vasco Carvalho às 07:08
link do post | comentar |

Comentários:
De Fly a 5 de Março de 2008 às 10:02
É indiferente o que ganhar as eleições. Os 2 candidatos que vão à frente nas sondagens trabalham ambos para o mesmo, i.e. as familias do grande capital tipo Rothchild e Rockefeller. Veja-se p.ex.a equipa que está à frente da campanha do Obama é a mesma que conduziu o Bush á casa branca. Veja-se, também, que nenhum dos candidatos apoiados pelos média corporativistas, os média ditos de referência não estão interessados em retirar as tropas do Iraque.

Enfim, isto tudo é uma fantochada, literalmente. Mudam-se os bonecos e continua tudo na mesma.


De Hugo Jorge a 5 de Março de 2008 às 15:13
gostei deste blog


De Tàrique a 5 de Março de 2008 às 17:31
Momentum em português diz-se momento linear ou "embalagem" :)
Que raio de democracia em que os dois conteúdos são tão iguais que só a embalagem é que conta...


De B a 6 de Março de 2008 às 15:55
I wish I could write this in your language, but I need to express just how much I hate (strong word) Hillary Clinton. If that cabra wins, I'm burning my passport and denouncing my American citizenship. I want nothing to do with that country if she or McCain are in charge. Bush was bad enough but I think either of them would be worse, if you can imagine such a thing. I've lived in this country for a long time and consider it MY country, not America.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds