Comentários:
De Carlos BarbosaOliveira a 24 de Fevereiro de 2008 às 17:28
E acredita que isso não se passa em Portugal?


De JLS a 24 de Fevereiro de 2008 às 19:19
Curiosamente em Portugal verifica-se o fenómeno contrário. Atente à reestruturação do DN. Foram recrutar metade dos bloggers de direita.

E os primeiros bloggers de mais expressão em Portugal eram jornalistas-bloggers. Se situações destas (com os blogs) se passam em Portugal, não se nota muito.


De Manuel Leão a 24 de Fevereiro de 2008 às 22:10
João Marcelino no seu melhor!

O DN tem a sina de ser sempre situacionista. Feitios...


De steve a 25 de Fevereiro de 2008 às 07:44
Essa forma de actuar da CNN é uma atitude "pidesca". Em Portugal, os bloggers sao todos bem vistos....

www.codificacoes.pt.vu


De Fernando Vasconcelos a 25 de Fevereiro de 2008 às 09:45
Comentário a um comentário ... Bloggers, são todos bem vistos? Tem a certeza? Então experimente lá ter um blog com opiniões pessoais que contrariem as do seu empregador e vai ver o que pode acontecer. E isto mesmo que não quebre nenhuma lei ou regulamento interno ... Isto quando aplicado a um jornalista obviamente é muitissimo mais grave do que quando aplicado a um cidadão normal.


De Karl Macx a 25 de Fevereiro de 2008 às 11:10
Bem, aos senhores não escapa nada... fora de portas...

Saberão V. Excias que em Abril de 2004, 3 jornalistas foram sumariamente despedidos do Primeiro de Janeiro pela mesma razão?
Que venceram a causa no Tribunal de Trabalho e por isso foram constituidos arguidos em posterior processo de difamação?
Que no pretérito dia 13 de Fevereiro, o requerente do processo decidiu desistir da queixa (talvez com medo das verdades que se pudessem descobrir?...)?

Nada disso interessa, não é? Não foi na CNN...

PS: Com tanta plataforma de jeito, tinham de optar pelo sapo? tstststs... ;)


De Pedro Sales a 25 de Fevereiro de 2008 às 12:59
Caro Karl Macx ,

Há uma explicação bem mais simples. Não conhecia o episódio a que se refere. Em todo o caso, há dezenas de jornalistas com blogues no nosso país. São conhecidos e, até agora, não tem sido prejudicados por isso. A imprensa portuguesa pode ter muitos defeitos, mas, a censura dos blogues pessoais, parece ter no Primeiro de Janeiro a sua lamentável excepção.



Comentar post