Domingo, 24 de Fevereiro de 2008
Big brother is reading your blog

A CNN despediu um dos seus produtores depois da direcção da estação descobrir que o mesmo assinava um blogue com o seu nome. Na origem do despedimento não esteve em causa a sua produtividade, até porque o blogue era actualizado fora das horas de trabalho, mas as opiniões políticas defendidas pelo jornalista. Segundo lhe foi comunicado, a CNN tem pessoas ao seu serviço cuja única ocupação é vasculhar a net à procura de textos assinados por funcionários da estação. Um comportamento digno de uma polícia política, vindo de uma cadeia televisiva que tem meia dúzia de spots autopromocionais a defender a liberdade de imprensa e de expressão. Fora de portas, claro está.
 


publicado por Pedro Sales às 14:58
link do post | comentar |

Comentários:
De Carlos BarbosaOliveira a 24 de Fevereiro de 2008 às 17:28
E acredita que isso não se passa em Portugal?


De JLS a 24 de Fevereiro de 2008 às 19:19
Curiosamente em Portugal verifica-se o fenómeno contrário. Atente à reestruturação do DN. Foram recrutar metade dos bloggers de direita.

E os primeiros bloggers de mais expressão em Portugal eram jornalistas-bloggers. Se situações destas (com os blogs) se passam em Portugal, não se nota muito.


De Manuel Leão a 24 de Fevereiro de 2008 às 22:10
João Marcelino no seu melhor!

O DN tem a sina de ser sempre situacionista. Feitios...


De steve a 25 de Fevereiro de 2008 às 07:44
Essa forma de actuar da CNN é uma atitude "pidesca". Em Portugal, os bloggers sao todos bem vistos....

www.codificacoes.pt.vu


De Fernando Vasconcelos a 25 de Fevereiro de 2008 às 09:45
Comentário a um comentário ... Bloggers, são todos bem vistos? Tem a certeza? Então experimente lá ter um blog com opiniões pessoais que contrariem as do seu empregador e vai ver o que pode acontecer. E isto mesmo que não quebre nenhuma lei ou regulamento interno ... Isto quando aplicado a um jornalista obviamente é muitissimo mais grave do que quando aplicado a um cidadão normal.


De Karl Macx a 25 de Fevereiro de 2008 às 11:10
Bem, aos senhores não escapa nada... fora de portas...

Saberão V. Excias que em Abril de 2004, 3 jornalistas foram sumariamente despedidos do Primeiro de Janeiro pela mesma razão?
Que venceram a causa no Tribunal de Trabalho e por isso foram constituidos arguidos em posterior processo de difamação?
Que no pretérito dia 13 de Fevereiro, o requerente do processo decidiu desistir da queixa (talvez com medo das verdades que se pudessem descobrir?...)?

Nada disso interessa, não é? Não foi na CNN...

PS: Com tanta plataforma de jeito, tinham de optar pelo sapo? tstststs... ;)


De Pedro Sales a 25 de Fevereiro de 2008 às 12:59
Caro Karl Macx ,

Há uma explicação bem mais simples. Não conhecia o episódio a que se refere. Em todo o caso, há dezenas de jornalistas com blogues no nosso país. São conhecidos e, até agora, não tem sido prejudicados por isso. A imprensa portuguesa pode ter muitos defeitos, mas, a censura dos blogues pessoais, parece ter no Primeiro de Janeiro a sua lamentável excepção.



Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds