Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008
Big show Berardo

O empresário Joe Berardo ganhou mais de 14 milhões de euros com a venda da Quinta da Rocha, uma propriedade de 200 hectares que se situa junto à Ria de Alvor, no concelho de Portimão. Em oito anos, uma propriedade adquirida por 500 mil euros passou a valer 15 milhões. Uma valorização estonteante, prova provada do génio empreendedor e negocial de Berardo? Sim e não.

Sim, porque a valorização tem a ver com o plano turístico e habitacional previsto para a Quinta da Rocha. Não, porque 18 as casas que estavam registadas na propriedade eram rústicas e nunca garantiriam a alteração do registo de zona agrícola para urbana. O génio e arte de Berardo fizeram o resto. A câmara reconheceu 18 casas que nunca ninguém viu e autorizou a construção. E assim, de um dia para o outro, um terreno numa zona única valorizou-se 3000% O presidente da Câmara, Manuel da Luz, garante que "não entrou até agora qualquer projecto e ao abrigo do PDM também não se pode ali fazer nada. É perder tempo falar em projectos imobiliários, pois tal não tem cabimento”.

Aqui chegados, vale a pena recordar que Manuel da Luz é o mesmo presidente de câmara que, vai para quatro anos, proporcionou um dos mais significativos momentos do patobravismo nacional. Juntamente com o presidente da Câmara de Lagos, e aproveitando uma cerimónia em que apresentaram o seu plano para proteger a Ria do Alvor, o bom do Manuel da Luz alertava para os excessos ambientais que, como todos sabemos, tantos danos têm causado ao Algarve:"não podemos ser fundamentalistas (em matéria ambiental), pois pagamos por isso nas eleições".  Ao seu lado, mais filosófico, o presidente de Lagos, explicava que “o desenvolvimento sustentável não pode ser apenas um chavão", mas que “nada disto faz sentido se não houver espaço para o homem". Resumindo, a ria precisa de ser "humanizada”, até porque "a natureza também tem de dar algo ao homem". Bem visto. Se a natureza tem que dar algo ao homem, então que comece pelo Berardo,

publicado por Pedro Sales às 18:27
link do post | comentar |

Comentários:
De Sócrates a 11 de Fevereiro de 2008 às 19:27
Peço desculpa por não ter que ver com este tópico (podem apagar o comentário), mas não se esqueçam de actualizar o feedburner com o novo endereço ou meter um link para zerodeconduta.blogs.sapo.pt/data/rss ;)


De jonasnuts a 11 de Fevereiro de 2008 às 20:52
Feeds já com link (posts e comentários). O Feedburner será certamente actualizado brevemente :)


De Sócrates a 11 de Fevereiro de 2008 às 22:44
Mais um para a juntar-se à frota de Blogs SAPO, é sinal do bom trabalho que têm feito, parabéns :)


De Ernesta a 19 de Fevereiro de 2008 às 12:36
Só hoje vi este post e apesar de não gostar do Berardo gostava de esclarecer o seguinte:
1. Uma casa é sempre urbana e nunca rústica. A classificação de um prédio como urbano ou rústico tem a ver com a lei civil, direitos reais, e não cria, ipso facto, qualquer direito administrativo. isto é, apesar de um terreno poder ser considerado urbano não implica que seja urbanizável...
2. Este é um tiro no escuro, mas a "valorização" do terreno deve ser mais oficial que real. O terreno foi comprado e escriturado por 500.000,00, mas será que foi este o valor pago? Sem querer levantar calúnias, mas também não sendo anjinha , tenho dúvidas...
3. O terreno vai agora ser vendido indirectamente - na realidade parece, pelo que li nas notícias, que estão a ser cedidas shares " numa sociedade com sede na Zona Franca da Madeira. Percebe-se que agora, fiscalmente, não haja grande desvantagem em indicar o valor real do negócio.


Seja como for tenho cá para mim que não tarda irão aparecer ali dois campos de golfe, que nada impede que sejam construídos em terrenos rústicos. As 18 casinhas, devidamente reconstruídas, chegam, para já, para ser um excelente negócio.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds