Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
Um país de gadgets
A banda larga é um sucesso, garante-nos o primeiro-ministro, no intervalo das suas deambulações pelo país a distribuir computadores. Somos o 3.º país com a melhor cobertura móvel na Europa. Será? Os números da Anacom indicam que, no final do último trimestre, existiam 2,75 milhões de acessos à banda larga, 1,57 milhões através da rede fixa e 1,18 milhões pelas tecnologias móveis. Sucede que, destes últimos, apenas 478 mil são utilizadores activos. Os outros 700 mil, pertencem a telemóveis/pda com acesso 3G que os utilizadores não usam para aceder à net. Não usam mas podiam usar, logo aparecem nas estatísticas. É um caso de sucesso, é inegável, mais não seja sobre a arte de martelar os números oficiais para darmos um ar moderno. Mas é também um triste retrato do país. Temos a tecnologia e a infra-estrutura. Falta (tudo)o resto.
Etiquetas: ,

publicado por Pedro Sales às 16:04
link do post | comentar |

Comentários:
De Sarmento a 9 de Dezembro de 2007 às 01:05
Definitivamente de inteligência não o posso acusar.


De Alberto Caeiro a 6 de Dezembro de 2007 às 00:02
Muito bem rematado o texto. e o pior é que "tudo o resto" também tem aumentado... tem aumentado cada vez mais a falta de lucidez, da razão e de vergonha a este povo... infelizmente!


De samuel a 5 de Dezembro de 2007 às 19:14
"Temos a tecnologia e a infra-estrutura. Falta (tudo)o resto."

Bem dito!
Sem querer ser "mau colega", sempre fomos grandes a cantar em playback total.


De Pedro Sales a 5 de Dezembro de 2007 às 18:51
Filipe,

Pior. A qualidade da rede é uma miséria. Quem quer que já tenha tentado aceder, através da TMN, a um site pela rede 3G rapidamente percebe que é mesmo para esquecer. Eu, há muito tempo que desbloquei essa capacidade do telemóvel. Só serve para gastar bateria à procura do serviço.


De Filipe Tourais a 5 de Dezembro de 2007 às 18:41
O acesso em 3g custa uma fortuna. Outro aspecto é o de que, se temos uma das melhores coberturas da Europa, também devia ser das mais baratas. Pelo contrário, e das mais caras.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds