Sábado, 8 de Setembro de 2007
Não tínhamos saudades disto
A naturalidade, e a falta de ambição, com que se foram encarando sucessivos empates com equipas menores deu nisto. Não foi hoje que as coisas correram mal, mas quando o treinador foi justificando embaraçosos empates dizendo que os adversários "correram muito". Foi aí que arrastámos, sem nenhuma razão, o apuramento para os resultados dos últimos jogos. Agora, uma selecção nacional marcada pelas lesões no eixo da defesa, e pela má forma do início de época de muitos jogadores, ficou à mercê de um ressalto num jogo menos feliz para voltarmos às contas a que já não estávamos habituados. Não havia necessidade.

publicado por Pedro Sales às 23:45
link do post | comentar |

Comentários:
De josé manuel faria a 9 de Setembro de 2007 às 14:55
A solução é naturalizar mais brasileiros ( sem xenofobia, alguma).


De JSA a 9 de Setembro de 2007 às 10:50
falta, como digo desde há muito, que haja quem mande um chuto no traseiro do seleccionador mais parvo, arrogante e sortudo que o nosso país já teve.

ele não teve duas excelentes campanhas: o melhor lote de jogadores que a selecção alguma vez possuiu é que sim, as teve. se o scolari fez alguma coisa foi impedi-los de jogar o seu melhor futebol, transformá-los em quezilentos e mergulhadores, mestres em desculpas e secar a selecção de líderes (não secou o figo porque o figo não se seca). mandem este embora e tragam outro. já hoje se possível


De Jam a 9 de Setembro de 2007 às 01:08
Falta um capitão de equipa que jogue sempre e que seja tão importante sem bola como com bola. Em suma, que comande a equipa dentro de campo.


De LEÃO DA ESTRELA a 9 de Setembro de 2007 às 00:22
Luiz Felipe Scolari já fez duas excelentes campanhas (Portugal 2004 e Alemanha 2006), mas nesta terceira nota-se a falta de qualquer coisa à selecção portuguesa, que já não parece ter a alma que tinha quando era o "clube de Portugal" que o seleccionador brasileiro incutiu quando chegou. Depois do Mundial 2006, começou a renovação. Já foram chamados 40 jogadores. Mas agora contra a Polónia, num jogo que era muito importante ganhar, Scolari procurou juntar o máximo de jogadores da "família" que noutros tempos resolvia os jogos. Falhou. O que vale é que ainda há muitos pontos em disputa e o Grupo onde joga Portugal ainda está muito baralhado.


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds