Terça-feira, 6 de Novembro de 2007
"O debate"
Santana Lopes andou mais de uma semana a anunciar que se estava a preparar para a reedição dos seus debates com José Sócrates. Ontem, na TSF, falava da abertura de um “novo ciclo político” comparável ao de Cavaco Silva. A imprensa foi na onda. Os jornais da manhã anunciavam a coisa em tons épicos. A Sic Notícias fez um separador para a ocasião. O espectáculo estava montado, as galerias cheias, a Assembleia silenciosa. Só se esqueceram que não basta ter um actor para ter filme. É preciso que ele conheça o papel. Santana foi igual a Santana. Um flop. Tinha cinco minutos para questionar o primeiro-ministro. Perdeu-se a falar do seu tema preferido. Ele próprio. Nos escassos segundos que deixou para falar do Orçamento ninguém percebeu do que é que estava a falar. Ainda inventou uma qualquer figura regimental para tentar um remake. Outra vez o mesmo filme. Penoso e vazio.

Existe um mito que a imprensa acredita e que anda a “vender-nos” há anos. Santana Lopes é um bom orador e um adversário temível em debates. Nada mais errado. Santana Lopes só conhece um dossier. Dá para encher as páginas de jornais com mil e uma efabulações, mas não dá para mais nada. Depois, a imagem de estroina instável persegue-o. Para compensar a ligeireza da imagem, e assumir a pose de Estado, veste um fato que não é o seu. É um peixe fora de água. São os dias em que traz os óculos para falar de improviso. Nem sempre basta andar por aí, é preciso saber o que se faz. Só faltou Sócrates virar-se para Santana e dizer-lhe: “foi porreiro, pá”.

publicado por Pedro Sales às 19:13
link do post | comentar |

Comentários:
De roxy a 28 de Novembro de 2007 às 00:24
Que país é este onde um tipo faz carreira politica durante 30 anos a cag... postas de pescada e continua como se nada fosse.Nós incrédulos já sabemos o que nos espera;mais miséria,subdesenvolvimento,crime ,iletracia,injustíças,corrupção.


De Tiago Loureiro a 7 de Novembro de 2007 às 13:24
Dificilmente Sócrates (que gosta de atirar à cara os falhanços dos outros, esquecendo os seus) encontraria uma assembleia mais a seu jeito do que esta com Santana e Portas. Vamos mesmo ter de o aturar nessa sua péssima atitude, agora mais do que nunca.

http://oamigodoalheio.blogspot.com/ (http://oamigodoalheio.blogspot.com/)


De Joana Lopes a 7 de Novembro de 2007 às 11:14
Para além de a montanha ter parido um rato no que diz respeito a PSL, o debate foi revoltante pela ARROGÂNCIA permanente de Sócrats com tudo e com todos.


De Godzilla a 7 de Novembro de 2007 às 06:00
Não ataquem o PSL. Ele no fim disse à C.S. de que só hoje é que começava o debate. Ontem foi para os amadores e era só generalidades. Hoje é a sério. Vamos-nos fartar de rir.Ah!Ah!Ah!
Deixem estar que depois choramos.Se ainda tivermos lágrimas.


De B.Tavares a 7 de Novembro de 2007 às 00:23
A comunicação social que temos,ontem durante todo o dia só falou no debate entre o PM e PSL,não falou no que é realmente importante que é o orçamento.


De S.V. a 6 de Novembro de 2007 às 20:55
E assim vai a vida política portuguesa, discutindo que o "meu e maior que o teu" ou "eu sou melhor que tu" ao invés de se focarem no presente e no que é suposto debaterem (com argumentos).


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds