Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008
O homem da tripla
O BCP ficou com a gerência da Caixa. Santos Ferreira para aqui Miguel Cadilhe para ali, a imprensa de hoje confere uma ampla cobertura mediática à luta pela liderança no Millennium BCP. Mas outro nome escapa ao escrutínio e passa quase incógnito: Cunha e Vaz. O mesmo homem que faz a comunicação de Menezes, e coordenava o ataque do PSD à “Opa socialista” de Santos Ferreira, fez a assessoria de Santos Ferreira para garantir o sucesso da “Opa socialista” ao BCP. Pelo meio ainda tinha tempo e energia para aconselhar o cessante Conselho de Administração do BCP. Uma verdadeira tripla. Mas há que reconhecer as vantagens de um esquema destes. Assim nunca há fugas de informação. Ela circula sempre entre a mesma gente.

publicado por Pedro Sales às 18:30
link do post | comentar |

Comentários:
De Troca Letras a 17 de Janeiro de 2008 às 12:57
Que pode pode


De Sérgio Nicolae a 17 de Janeiro de 2008 às 12:26
Muito boa esta informação. É importante saberm estas coisas.


De st3veS. a 17 de Janeiro de 2008 às 07:00
:)


De Daniel Malafaia a 16 de Janeiro de 2008 às 22:08
Por mim tudo bem que até tenho algumas acções no Banco ^^


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds