Domingo, 13 de Janeiro de 2008
Não há almoços grátis
Começa a faltar a paciência para tanto encómio, elogio, louvor e bajulação ao estudo da CIP sobre Alcochete. O momento alto foi atingido no Expresso da Meia-Noite, onde o responsável pelo estudo afirmava, perante a anuência geral, que mais importante que o aeroporto era a vitória da democracia assumida por um “conjunto de cidadãos” cansados de tanta incompetência técnica. E quem são esses cidadãos? Não se sabe nem se pode dizer, responde o autor do estudo, alegando o medo das represálias do Governo. Desculpem lá não acompanhar a comoção geral, que parece ter assentado arraiais precisamente naqueles que passam todo o ano a indicar-nos que "não há almoços grátis", mas esta treta não servia nem para uma pergunta do "Sabe mais do que um miúdo de 10 anos?". Represálias? Do Governo que mudou de posição para escolher a proposta sugerida pelo "grupo de cidadãos"? Que o único nome conhecido, o da Lusoponte, seja um dos principais interessados no projecto, talvez tenha alguma coisa a ver com o caso. Agora, as represálias?

publicado por Pedro Sales às 17:28
link do post | comentar |

Comentários:
De A. Castanho a 14 de Janeiro de 2008 às 18:41
"tanta incompetência técnica" que, afinal, resultou nestas três espantosas confirmações (QUE OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NÃO SE CANSAM DE CALAR!): 1ª) A Ota é uma localização TECNICAMENTE VIÁVEL;


2ª) a Ota
E A MELHOR DE TODAS AS LOCALIZAÇÕES ANTERIORMENTE ESTUDADAS;


3ª) a Portela "c'est FINIE"!!!


Calados que deveriam estar os senhores enginheiros que desfaziam "tecnicamente" a Ota, os senhores deputados da oposição que se afadigavam a tentar salvar a Portela, alguns de microfone em punho, e os Partidos que, quando foram Governo, nunca se lembraram de estudar Alcochete, resta responder a duas perguntas decisivas:


1ª) POR QUE NUNCA ANTES AS FORÇAS ARMADAS PUDERAM PRESCINDIR DO SEU CAMPO DE TIRO (que é como quem diz, depois não vêm pedir dinheiro para construir outro, pois não?);


2ª) SERÁ QUE A C. I. P. TEM A MESMA INFLUÊNCIA EM BRUXELAS QUE TEM NO GOVERNO E NO P. R.?


Aguardemos pelas respostas, e depois veremos quem ri por último. Conclusão: "jamais digas jamais"!!!


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds