Sábado, 30 de Junho de 2007
Estilos...
Quando era ministro da Administração Interna do primeiro governo de António Guterres, Alberto Costa deu uma entrevista onde disse que “esta não é a minha polícia”. Foi o seu fim político nesse governo, sendo remodelado pouco tempo depois.

Correia de Campos, ministro da Saúde do governo de José Sócrates, dá uma entrevista onde diz: ”nunca vou a um SAP, nem nunca irei! Não têm condições de qualidade”. Continua na Governo, a exonerar e perseguir politicamente todos os que se lembram de recordar a célebre entrevista.

publicado por Pedro Sales às 18:56
link do post | comentar |

Comentários:
De JRV a 1 de Julho de 2007 às 20:28
O problema da imbecibilidade é que consegue marcar a agenda numa primeira vez com força e numa segunda vez de forma moderada. A partir do terceiro disparate, este assume-se como normal. No caso de Correia de Campos, apesar da sua responsabilidade ser muito maior que a de Maria de Lurde Rodrigues no caso Charrua, e mais grave do que a do humorista Mário Lino, beneficia do facto da opinião pública começar já desligar-se de tanto disparate. É triste. A opinião pública já nem acorda ao som de tantos tiros no pé...


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds