Terça-feira, 30 de Outubro de 2007
A distopia liberal sobre a escola pública IV
Helena Matos, João Miranda ou Filomena Mónica passam a vida a falar dos perigos de uma educação estatizada. Não há liberdade de escolha, o ensino é pior. Uma balda onde ninguém é avaliado. Os indicadores internacionais não existem apenas para dizer que estamos atrás dos países nórdicos ou do leste europeu. Também nos servem para pormos os olhos nos outros e vermos que há países onde não há rankings, não há retenção de alunos com piores resultados, só é possível abrir uma escola privada com aprovação do Conselho de Ministros (e estão proibidas de cobrar propinas, recebem o dinheiro do Estado). Países onde existem menos de 40 escolas privadas, mas que são, ao mesmo tempo, classificados pelo insuspeito Fórum Económico Mundial como tendo o melhor ensino secundário do mundo. O país é a Finlândia e, segundo o estudo internacional de referencia, o PISA, os seus alunos costumam ter os melhores resultados mundiais a quase todas as disciplinas.

A distopia liberal é isto. Ideologia e preconceito contra o sistema público, baseada no aproveitamento demagógico do senso comum. Não tem nenhuma base, nacional ou internacional, que a suporte. É o preconceito de classe travestido de preocupação social. Tudo em nome da liberdade da iniciativa privada que, veja-se, só é verdadeiramente livre se for o Estado a financiá-la. E diz-se esta gente liberal.

publicado por Pedro Sales às 11:28
link do post | comentar |

Comentários:
De Anónimo a 30 de Outubro de 2007 às 14:49
classe.


De Hugo a 30 de Outubro de 2007 às 14:40
Fantásticos estes posts. Confesso que a série de posts do Blasfémias me irritou bastante, principalmente por João Miranda só responder aos comentários que lhe interessam (geralmente os mais absurdos) e, portanto, fáceis de contra-argumentar. Já a perguntas directas e interessantes, ou não se responde, ou diz-se um "O que é que isso tem haver com o post". Incrível.
Como incrível é também a frase:

"Tendo em conta a total desigualdade de armas, é notável que algumas escolas privadas consigam aparecer no topo dos rankings."

Depois há a história do cheque-ensino que, como diz e bem, nem parece coisa de gente que se diz liberal :P

Enfim, mais uma vez parabéns pelo desmontar dos "argumentos" liberais. Reservo-me já o direito de "linkar" esta série de posts no meu blog, se não se importa.


De Nuno a 30 de Outubro de 2007 às 14:16
Parabéns por esta excelente série de posts. Muito bom.


De antonio a 23 de Abril de 2009 às 15:23
Rejeitar uma ideia com base num único exemplo é típico de uma educação de baixa qualidade. O senhor por acaso andou na escola pública ?


Comentar post

Zero TV
ZERO DE CONDUTA
Filipe Calvão

José Neves

Pedro Sales

Vasco Carvalho


zeroconduta [a] gmail.com
Indecisão 2008
Subscreva
Zero links
arquivos

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Feeds