Comentários:
De Rodrigo a 5 de Setembro de 2007 às 21:31
Caro Pedro Sales,

A partir do link que fundamenta a sua declaração, retirei no fim este parágrafo:

"David Damião admitiu, assim, que as mudanças possam ter sido introduzidas por pessoal do gabinete do primeiro-ministro, do seu secretariado ou até do Governo em geral. Garante, todavia, que "não eram do conhecimento" de Sócrates. "O que foi feito foi repor a verdade", rematou, ao JN, o assessor de Imprensa."

A expressão "do governo", é algo "genérica" e pode ser mal interpretada, como foi no seu caso.

Todavia, o título foi feito antes de qualquer alegação por parte do CEGER ou partidários/colaboradores do Sr. José Sócrates.

Cumprimentos,
Rodrigo Selada


De Joao Vasconcelos a 25 de Agosto de 2007 às 22:00
Muito obrigado pelo precioso trabalho de investigação.


De Rui Cruz a 22 de Agosto de 2007 às 10:02
Lindo!
Muito bem feito e apanhado. :)


Rui


De Joshua a 20 de Agosto de 2007 às 17:25
É cretino e preocupante, sem dúvida, mas nada que já não suspeitássemos. A partir daqui é só exercer a devida vigilância da moderna blogocidadania.


De Anónimo a 20 de Agosto de 2007 às 12:50
Aida dizem que não há PIDE...então o trabalho do autor da posta o que é? NÃO É DA pide então é o que da KGB?

ze bone


De Artur Rosa a 20 de Agosto de 2007 às 06:33
Antes de mais, gostava de esclarecer que eu não sou um funcionário público nem tenho qualquer outra ligação com o governo a não ser o de normal cidadão.
Quero também dizer que, tal como muitos outros cidadãos, fui prejudicado por algumas decisões deste governo. Acrescento que não sou filiado em qualquer partido político.

Apoio e aplaudo a coragem deste governo em mexer em assuntos em que ninguém teve antes coragem de mexer. Aplaudo a bravura das suas difíceis decisões. Aplaudo o não seguirem o caminho do fácil populismo que os anteriores governos trilharam. Aplaudo a coragem de não cumprirem com promessas eleitorais que se viriam a revelar como erradas. Aplaudo a valentia com que insistem em trilhar o caminho que escolheram e que consideram certo, apesar de todos os ventos contra.

O país precisa de pessoas com coragem e convicções. Alguém que sabe o que quer. O país não precisa de governos que têm na mira apenas as próximas eleições e nada mais. O país não precisa de partidos como o BE e outros, que usam demagogia barata, como a deste blog, para tentarem desmotivar as pessoas e fazê-las pensar que tudo é mau neste país. O país não precisa de desmotivação, isso já existe o suficiente. O país precisa de união em torno de uma causa comum, que é fazer melhorar este mesmo país. Uma constante e insana insistência em sistematicamente atacar o governo em todas as palavras que diz não melhora nada, pelo contrário. É destrutivo, não construtivo. Um bom exemplo disto é precisamente a investigação levada a cabo por este blog. Perderam imenso tempo com esta investigação e para quê? Para destruir. Para provar que alguém fez uma coisa errada. Se gastassem este mesmo tempo a fazer algo construtivo não seria muito melhor?! O que me apetece dizer é "vai trabalhar, pá!".
Críticos já temos muitos, o que precisamos é de realizadores.

Algumas das decisões do governo estão erradas? Muitas, talvez? Concordo. E depois? Só quem não toma decisões é que erra. Prefiro um governo que tome 100 decisões, das quais 50 estão certas e 50 estão erradas, do que outro que tome apenas 10 decisões, mesmo que todas certas (e mesmo essas, só a "meio-gás", com medo de perderem votos nas próximas eleições).

A Wikipedia foi alterada? E depois? O que é que interessa para o país as tais possíveis falsas declarações do Sócrates relativamente à sua carreira universitária? O que é que interessa se ele é engenheiro ou não? Novamente, demagogia barata e mesquinha dos nossos inúteis partidos da oposição para tentarem desviar a atenção do que realmente interessa.

Vai trabalhar, pá!


De LMF a 19 de Agosto de 2007 às 22:27
Mes meus caros, a web2.0 não é para todos? Já não se pode repor a verdade? Não é legítimo que isso aconteça? Mas que democracia é esta?


De Pedro Sales a 18 de Agosto de 2007 às 21:47
Caro Rodrigo Selada,

O assessor de imprensa do PM já reconheceu que foi o Governo que fez a alteração, para "repor a verdade".

http://jn.sapo.pt/2007/08/18/nacional/perfil_socrates_wikipedia_pirateado.html


De Rodrigo a 18 de Agosto de 2007 às 17:20
O reparo é óptimo, o título é uma mentira.

Não se sabe (e dificilmente se saberá) quem poderá ter feito a alteração. Pode ter sido uma de inúmeras pessoas que acede à Internet e cuja ligação passa inevitavelmente pela CEGER (e esse inevitavelmente também não é qualquer controlo do governo!). Essa pessoa, livre como qualquer outra, fez a sua alteração. Não significa que seja a mando de Sócrates e dos seus "longos braços da ditadura Socrática".

Cumprimentos,
Rodrigo Selada


De rouxinol de Bernardim a 18 de Agosto de 2007 às 14:05
É a globalização!!! No tempo de Salazar, a Pide não tinha os poderes que hoje existem... se os tivesse, então, seria muito pior...
O "caso" da Independente está hoje encerrado mas ninguém pense que nas outras universidades não há coisas similares... não sejamos ingénuos. As novas tecnologias permitem coisas boas e delirantes. Há um indivíduo que andou a insultar-me e a caluniar-me ao longo de meses. Há dias escreveu-me um mail a "pedir perdão" pois já sabe que as acusações feitas por ele não tinham fundamento. No entanto mantém os posts onde sou caluniado, perseguido e injuriado da forma mais ignóbil.


Comentar post